Como decodificar um número de peça da Ford

Escrito por kahlie richards | Traduzido por milene hermenegildo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Decodificar um número de peça Ford pode ser fácil ou complicado, dependendo do conhecimento da pessoa que o faz. Saber ler um número de peça Ford vai ajudá-lo a determinar qual peça é melhor para ser usada em seu veículo Ford. Um número de peça Ford geralmente consiste de caracteres alfanuméricos, que são utilizados como um código de referência. Ele é dividido em três partes: prefixo, número da peça básico e sufixo. Um prefixo é geralmente composto de quatro dígitos. Um número de peça básico tem normalmente quatro ou cinco dígitos, mas pode ser constituído por mais de cinco dígitos, se a peça é para a lataria do carro. O sufixo é geralmente composto de uma letra, a menos que indique uma cor.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Número de peça da Ford
  • Computador com acesso a internet

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Olhe para os dois primeiros dígitos do número da peça da Ford. A letra refere-se à década de produção. A letra "A" é para 1940, "B" para 1950, "C" para 1960, "D" para a década de 1970, "E" para 1980, "F" para 1990 e "G" para 2000. O segundo dígito indica o ano em uma década, por exemplo, "A3" significa 1943, "C8" é de 1968 e "F5" é de 1995.

  2. 2

    Leia o terceiro dígito como a linha do produto. Se é a letra "A", a peça é projetado originalmente para um Ford 1958 até o final do ano (genérico) ou um veículo Galaxie. Se é a letra "B", é para um Bronco 1970 a 1973, ou um Maverick 1975-1977 ou um Fairmont 1978-1983. A letra "C" indica peças remanufaturadas entre 1966-1975 . A letra "D" é para o Falcon de 1960 a 1969, Maverick 1970-1974 , Granada 1975-1982 ou um LTD 1983 até o final do ano. (Veja Referências 2 e 3).

  3. 3

    Use o quarto dígito como o código-fonte. Por exemplo, a letra "A" significa Engenharia de caminhão leve, "B" para Engenharia de Produtos Elétricos e de Lataria, "C" para Engenharia de Chassi ou Engenharia de Produto de Chassis e Powertrain, "D" para Engenharia de Produto Importados, "E" para Engenharia de Motor ou Engenharia de Produto de Chassis e Powertrain, e "F" para a Divisão Elétrica e Eletrônica ou Escritório Engenharia de Produto. (ver Referências 1 e 2).

  4. 4

    Leia o grupo de números como o número de peça básico, que está entre os primeiros quatro dígitos e o sufixo. Ele identifica qual é o tipo de peça Ford. Existem diferentes grupos de tipos de peças utilizadas pela Ford, como "1000" para as rodas, "2000", para freios, "3000" de suspensão e direção, "4000" para o eixo , "5200" para escape ", 5300" a "5400" para molas dianteiras e estabilizador, "5500" a "5900" para as molas traseiras, "6000" para motor e "7000" para transmissão. Se a peça tem a ver com a lataria de um carro, o número básico da peça pode começar com o código da lataria, como "65" para teto solar, "25" para bagageiro ou "76" para o conversível, para citar alguns.(Veja Referências 3).

  5. 5

    Saiba que a letra do sufixo é usada para fins de compatibilidade. Na primeira vez que a peça foi fabricada, "A" foi designado como o sufixo. Para a primeira revisão, "B" foi usada como o sufixo, em seguida, "C" para a segunda revisão, e assim por diante. Isto continua por todo o alfabeto quando ocorrem as alterações de design. Use uma peça da Ford com o mesmo sufixo ou um posterior como substituição. Um sufixo com um código de três letras geralmente representa uma cor.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível