A definição de células do parênquima em plantas

Escrito por laurence girard | Traduzido por jessica araujo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
 A definição de células do parênquima em plantas
As células parenquimatosas são particularmente abundantes nas raízes das plantas e árvores (Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images)

Existem muitos tipos diferentes de células de plantas, mas as células parenquimatosas são, de longe, as mais abundantes. As células parenquimatosas são as células menos especializadas encontradas nas plantas e são as progenitoras de todos os tipos de células dentro das plantas. Em outras palavras, todos os tipos de células indiferenciadas começam como células parenquimatosas do mesmo modo que todas as células no corpo humano começam como células-tronco.

Outras pessoas estão lendo

Papel

Células do parênquima são responsáveis ​​por quase todos os processos metabólicos dentro das plantas, tais como a respiração, fotossíntese e digestão. Além disso, as células parenquimatosas também formam os raios horizontais encontradas em madeira, de acordo com a Universidade da Califórnia. Ao contrário dos outros tipos de células de plantas, as células parenquimatosas retem a capacidade de se dividir ao longo da vida adulta. Isto torna extremamente importante para a cicatrização de feridas e regeneração vegetativa das plantas. Por exemplo, células do parênquima tornam possível para as raízes a crescer a partir de estacas. Sob condições apropriadas, as células parenquimatosas encontrados nas raízes podem formar plantas inteiramente novas, de acordo com a Universidade de Wisconsin. As células parenquimatosas também ajudam na movimentação de soluções e de água por todo o corpo das plantas.

Características

Células do parênquima normalmente têm paredes celulares finas e são em forma de pequenas bolhas com um grande vacúolo central. Além disso, as células parenquimatosas têm paredes celulares extremamente flexíveis e finas. Sem uma parede celular fina, o transporte de energia da luz, gases e outros materiais seria extremamente difícil.

Tipos

Os quatro tipos de tecidos parenquimatosos em plantas são clorênquima, aerênquima, endoderme e parênquima de armazenamento. As células de clorênquima contêm cloroplastos e são encontradas nas folhas e ajudam as plantas a realizar a fotossíntese. Células do aerênquima têm grandes espaços intracelulares e ajudam na troca gasosa. As células da endoderme ajudam no transporte de materiais vasculares principalmente nas raízes, mas também em alguns caules e folhas. As células de armazenamento do parênquima tem grandes quantidades de produtos de armazenamento, como água, proteínas, amido, celulose, hemicelulose, de acordo com a Universidade de Illinois, Chicago.

Fatos curiosos

Quando as células do parênquima não são atingidas pela luz, sua principal função é o armazenamento de alimentos. Como resultado, todas as células encontradas dentro de batatas brancas são células parenquimatosas. Às vezes, as partes moles de frutas também são compostas de células do parênquima. Células do parênquima são comumente encontradas em plantas aquáticas que precisam de flotação para suas folhas. Os vacúolos grandes vazios em células do parênquima ajudam as folhas a manter sua flutuabilidade. Esta flutuação ajuda as folhas a entrar mais em contato com a luz solar, o que aumenta a produção de fotossíntese e de energia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível