Como desenvolver um programa de discipulado

Escrito por david roberts | Traduzido por vinícius albuquerque
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como desenvolver um programa de discipulado
Sem o discipulado, novos convertidos não são "conectados" à igreja (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Mateus 28.18-20 é a base para o programa de discipulado da igreja. Estas foram as últimas palavras de Jesus Cristo antes de sua ressurreição, onde ele diz aos seus apóstolos "Ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado". A palavra para "discípulo" no grego é "mathatas", que significa aluno ou aprendiz. O programa de discipulado é mais do que apenas conversão, embora ela seja uma parte essencial do processo. Ele também inclui ensinar tudo o que Jesus instruiu e dar aos alunos ferramentas para que eles mesmos façam discípulos.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Plano de estudos
  • Voluntários

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Ore sem cessar. Você está desenvolvendo um programa de discipulado: O trabalho do Espírito Santo será essencial para reunir todos os aspectos. Novos convertidos são batizados no nome do Pai, do Filho e do Espírito para se tornarem discípulos de Jesus Cristo. Esse trabalho deve começar no nome de Deus.

  2. 2

    Escolha o plano de estudos. Há alguns livros de discipulados de qualidade no mercado para auxiliar em seu programa. Você pode preferir criar o seu, mas esteja ciente de que uma boa lição de discipulado pode demorar até 20 horas para escrever, pesquisar e reescrever. Um bom plano de estudos para discipulado deve ter no mínimo oito lições. Portanto, se você não tem o tempo necessário para criá-lo, provavelmente o melhor caminho será usar um plano pronto.

  3. 3

    Selecione o formato do programa de discipulado. As opções podem incluir aulas em domicílio, estudos em grupos pequenos e acompanhamento. Elas podem ser mantidas como aulas de escola dominical antes do culto ou em qualquer outro dia da semana. Estudos em grupos pequenos são como aulas comuns, porém há mais interação entre os participantes e líderes, o que geralmente é mantido na casa de um membro da igreja em clima informal. O acompanhamento é o programa de assistência individual no qual um cristão maduro acompanha o novo convertido para guiá-lo em sua fé e estudar com ele. Cada escolha dependerá da membresia geral e do número atual de líderes e cristãos maduros com os quais se pode contar.

  4. 4

    Escolha os líderes. O caráter e a fé dos que serão escolhidos para liderar esse programa serão tão essenciais para o sucesso dele quanto a qualidade do plano de estudos. O ideal é que essas sessões sejam conduzidas por professores de escola dominical, diáconos ou presbíteros. Embora não seja essencial (ou mesmo recomendado) que o ministro seja um líder, ele deve ser um participante.

  5. 5

    Defina um objetivo claro para o programa. É aqui que algumas igrejas falham em seus discipulados, pois cometem o erro de definir o objetivo visando aumentar o número de pessoas presentes. O ideal é que o objetivo seja conduzir o novo convertido em seus primeiros passos como cristão até que ele seja capaz de usar suas habilidades naturais para o avanço do Reino de Deus. Ele deve ser capaz de falar com clareza sobre sua fé, de um modo em que esteja confortável explicando-a para outros. Isso eventualmente dará a ele a capacidade de fazer discípulos por si mesmo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível