Desvantagens de mulheres serem aceitas nas forças armadas

Escrito por sam grover | Traduzido por laila teixeira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Desvantagens de mulheres serem aceitas nas forças armadas
Mulheres podem ocupar diversos cargos militares (young woman in military uniform image by Vasiliy Koval from Fotolia.com)

Mulheres começaram a se envolver nas forças militares no início do século XX, servindo como auxiliares e profissionais de saúde. Todavia, a partir dos anos 70, sua participação em outros cargos cresceu rapidamente. Em julho de 2010, as forças armadas norte americanas admitiam mulheres; mas, não lhes era permitido que assumissem cargos em posições de combate, como na infantaria ou nas forças especiais. Existem desvantagens em se admitir mulheres no serviço militar.

Outras pessoas estão lendo

Força física

Geneticamente, mulheres não têm tanta força física quanto os homens. Isso não é um problema em posições de comando, de apoio ou em cargos especializados como, por exemplo, o de piloto de helicóptero. É, todavia, uma enorme desvantagem em combate. Mesmo no século XXI, um membro da infantaria precisa carregar um equipamento muito pesado, algo entre 22 e 45 quilos.

O fato é que mulheres têm mais dificuldade que seus companheiros do sexo oposto para manterem-se ágeis ao carregarem essa quantidade de peso nas costas, bem como em sustentarem o ritmo após longos períodos de tempo, independente do quão em forma estejam.

Questões de responsibilidade

Como mulheres são minoria nas forças armadas, enviar mulheres para unidades compostas, quase que exclusivamente, por homens envolve questões de responsabilidade. As quais, geralmente relacionadas à assédio sexual. O exército não deseja criar situações em que um homem fique a sós com uma mulher, já que um eventual caso de assédio incidiria, invariavelmente, na palavra de um contra a palavra do outro.

O Exército americano resolveu esse problema optando por não mandar nenhuma mulher para uma unidade ou mandar no mínimo duas, sob a premissa que elas não saiam uma do lado da outra. Como conseqüência, isto minimiza a eficiência das atividades; estejam as mulheres envolvidas como policiais, nas funções de apoio ou nos recursos humanos.

Valores culturais

Os valores culturais norte americanos são firmes no que diz respeito à proteção das mulheres. Colocá-las em posições onde elas possam ser raptadas ou sexualmente violentadas vai contra esses valores. Existem dois facilitadores para essa situação: O primeiro é o embaçamento dos limites fronteiriços nas guerras do século 21, o que torna a captura mais fácil, independente da especialidade militar da mulher nesta posição. Além disso, a probabilidade de uma mulher ser estuprada em cativeiro é maior que a de um homem sofrer este mesmo tipo de violência.

É importante reconhecer que, em diversos períodos da história, os valores culturais norte-americanos também eram contrários a que afro-americanos servissem às forças armadas face a uma suposta capacidade mental limitada. O primeiro afro-americano a se formar em West Point era evitado por todos durante a graduação inteira por causa da sua cor de pele. Os valores culturais americanos mudaram e o mesmo pode acontecer no que diz respeito à participação das mulheres na área militar;

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível