Mais
×

As desvantagens de uma prova dissertativa

Atualizado em 23 março, 2017

As provas dissertativas são temidas em colégios e faculdades pelo Brasil inteiro. Elas são avaliações em sala de aula que medem o conhecimento dos alunos através de respostas longas para uma ou mais questões. Algumas têm algumas perguntas nas quais se baseia a nota inteira. Os alunos que vão bem em avaliações escritas não têm problemas com provas dissertativas. Outros alunos encontram mais de uma desvantagem neste tipo de prova.

Provas dissertativas são problemáticas tanto para o aluno quanto para o professor (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Olhos de quem vê

As notas das provas dissertativas são dadas por olhos e intelecto humanos, deixando bastante espaço para erros. O professor deve ser capaz de interpretar precisamente as palavras que o aluno escolheu. Isto é feito enquanto se tenta separar os alunos da prova que está sendo avaliada. Porém, os preconceitos do professor em relação a um aluno problemático ou com dificuldades vai, no fim das contas, interferir no processo de avaliação, especialmente já que a nota da prova depende muito da interpretação do professor sobre o texto do aluno. Além disso, interpretações nem sempre são compreendidas com precisão.

Teste de visão limitada

A prova não tem alternativa a não ser testar parte das lições abordadas em sala de aula. Não importa o quão criativas as questões possam ser, um punhado delas não é o suficiente para avaliar o conhecimento. Como resultado, os alunos acabam tendo uma visão limitada sobre o conteúdo, que ameaça desalojar as informações reunidas nas semanas anteriores à prova. Alguns professores tentam evitar isto mantendo as perguntas da prova secretas até o dia do exame. Os alunos de fato precisam estudar todo o material abordado em classe, mas apenas uma pequena parte dele é reforçada na prova.

Mais trabalho para o professor

O tempo é uma das desvantagens mais conhecidas das provas dissertativas. Os professores precisam ler cada texto, dando notas para o conteúdo e a composição, além de julgar o quão completa é a resposta. Este processo meticuloso exige horas de trabalho. O número exato depende do avaliador. Os alunos geralmente esperam alguns dias ou mais para receber as notas da prova dissertativa. Por outro lado, provas de múltipla escolha são concretas. As notas são dadas à mão, usando um gabarito, ou usando o famoso sistema Scantron. Os alunos completam folhas de respostas especiais no sistema Scantron durante a prova. Os professores enviam as respostas da prova e depois colocam as folhas de respostas numa máquina que as avalia eletronicamente. A Scantron Corporation afirma que 30 a 40 folhas de respostas são avaliadas por minuto. Até perguntas de múltipla escolha avaliadas manualmente são devolvidas dentro de 24 horas depois da prova.

Ansiedade pré-prova

O conceito de uma prova dissertativa coloca mais pressão sobre o aluno antes da prova do que outros formatos. A incerteza sobre quais assuntos serão testados é outro problema. Ele aumenta a ansiedade normal que os alunos sentem antes do dia da prova. Outra incerteza é sobre a capacidade de se lembrar do material correto. Os professores tentam mitigar a ansiedade fornecendo guias de estudo e guiando os alunos para longe dos assuntos que não estarão na prova. Porém, há limites para o que pode ser feito para minimizar a ansiedade sem revelar as questões.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article