As diferenças entre o óleo e a oleína de palma

Escrito por arlene lauren | Traduzido por ágata erhart
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
As diferenças entre o óleo e a oleína de palma
O fruto da palma é usado para produzir óleo e oleína (palm image by Dave from Fotolia.com)

O óleo e a oleína de palma são originários da mesma planta, a espécie de palma conhecida como E. Guineesis. Ela cresce no sudeste da Asia, na África e na América Latina e os humanos vêm consumindo várias partes dela há mais de 5.000 anos.

Outras pessoas estão lendo

Óleo de palma

O óleo da palma é extraído da carne do fruto da E. Guineesis por meio de pressão. Em sua forma não-refinada, o óleo tem uma cor laranja vibrante devido às altas quantidades de pigmentos do caroteno. O óleo é semissólido em temperatura ambiente e é muito resistente à oxidação e à exposição prolongada ao calor. Ele é largamente usado em margarina e em gorduras vegetais.

Oleína da palma

Quando o óleo de palma semissólido é refinado, ele se separa em oleína de palma e em estearina. A oleína tem características diferentes do óleo; a principal é que ela se torna completamente líquida em temperatura ambiente. Ela é resistente ao calor, similar ao óleo, também resiste à formação de detritos durante a fritura e aumenta a vida útil de muitos produtos.

A principal diferença

Apesar de o óleo e a oleína da palma serem produtos da mesma planta e compartilharem muitas propriedades similares, a maior diferença entre eles é o estado químico em temperatura ambiente. O óleo de palma semissólido é usado mais frequentemente como gordura em produtos de panificação, enquanto a oleína líquida da palma é considerada "de ouro" e mais largamente utilizada como óleo de fritura por todo o mundo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível