Direitos das mulheres em nações muçulmanas

Escrito por lena freund | Traduzido por guilherme rocha
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Direitos das mulheres em nações muçulmanas
Os direitos da mulher em uma nação muçulmana dependem inteiramente da própria nação (muslim woman image by Pavel Bernshtam from Fotolia.com)

Os direitos das mulheres nos países muçulmanos dependem inteiramente da nação específica em que vivem. Por exemplo, a vida de uma mulher muçulmana no Egito é totalmente diferente da vida de uma mulher muçulmana na Arábia Saudita ou no Irã.

Outras pessoas estão lendo

Arábia Saudita

Os direitos de uma mulher muçulmana na Arábia Saudita dependem de seu guardião masculino, que tem controle sobre tudo o que ela faz. Se o homem é moderno, a mulher pode ir à escola, viajar, trabalhar (ao lado dos homens ou não), ir às compras sozinha ou até mesmo sair de sua casa. Se ele for rígido, no entanto, ela pode ser virtualmente uma prisioneira.

Irã

Assim como na Arábia Saudita, as mulheres iranianas são obrigadas a cobrir os cabelos e corpos quando estão em público. Desde a Revolução Islâmica de 1979, o regime iraniano tem praticado repressões periódicas sobre as mulheres. Elas são muitas vezes apedrejadas por adultério e mulheres jornalistas, ativistas e blogueiras muitas vezes são presas durante essas repressões.

Egito

A vida das mulheres no Egito, um dos países muçulmanos menos conservadores, é muito diferente. Mulheres no Egito, Líbano, Jordânia, Síria e Turquia frequentemente trabalham, vivem de forma independente e escolhem seus próprios maridos. Cobrir ou não os cabelos em público também é uma escolha da mulher nesses países.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível