×
Loading ...

Como escrever um registro reflexivo

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Os registros reflexivos podem ser úteis em várias áreas, incluindo a acadêmica, a profissional, a social e a pessoal. O ato de registrar seus pensamentos, sentimentos e observações de forma consistente desenvolve a autodisciplina; refletir sobre o passado ajuda a reforçar o seu senso de individualidade e a alcançar uma visão rara do funcionamento interno da sua mente. Para alguns, a manutenção de um registro reflexivo pode requerer algumas tentativas antes de acertar. Imaginar que os seus reflexos são um tesouro enterrado pode ajudar; recuse-se a parar de cavar antes de desenterrar as preciosidades.

Instruções

Use o seu registro para expressar os seus pensamentos (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)
  1. Escolha um caderno de que você goste. A cor, a forma e o tamanho não importam, contanto que ele o inspire a escrever. Ao escrever, sinta-se em algum lugar com uma visão agradável, como um lago, um parque ou sua cadeira favorita na mesa da cozinha.

    Loading...
  2. Escreva seu registro no mesmo horário todo dia. Faça dessa escrita um hábito, para que não pareça uma tarefa árdua. Permita que o registro seja algo que você enxergue com bons olhos, como um amigo querido que o escuta contar sobre o seu dia.

  3. Escreva o dia, a data e a hora de cada entrada. O propósito de um registro reflexivo é observar como as pessoas, os eventos e as suas percepções mudam com o tempo. Se você tiver sorte, também testemunhará a sua transformação pessoal. A anotação do dia, da data e da hora também produzirá pistas sobre sua personalidade e seus hábitos. Por exemplo, você estava ansioso sobre a sua carreira na época próxima ao seu aniversário. Isso se devia ao desejo de alcançar uma medida de sucesso até uma certa idade? Você fica mais irritado com seus colegas de trabalho pouco antes hora do almoço porque precisa de uma pausa? Você é mal-humorado às segundas-feiras porque está chateado pelo fim de semana ter acabado?

  4. Não se preocupe em ser perfeito. Não se preocupe com a ortografia, pontuação gramática e estrutura das frases que representam os seus pensamentos. Deixe as palavras fluírem.

  5. Anote o que acontece. Os registros reflexivos são geralmente mantidos para registrar um determinado aspecto da sua vida, como relações familiares, relacionamentos amorosos e aspectos acadêmicos ou profissionais. Por exemplo, se você estiver escrevendo um diário reflexivo sobre o seu período de trabalho voluntário em um abrigo, pode começar com algo como: "Uma mulher entrou hoje com sua filha de seis meses de idade. Ela chorou de emoção quando dissemos que tínhamos leite o suficiente para a bebê."

  6. Escreva o que você pensa e sente sobre o que acontece. Por exemplo: "Eu me senti mal por elas. Eu não consigo imaginar como é estar nas ruas com meu filho. Mesmo que eu reclame sobre o meu trabalho, pelo menos eu tenho um emprego. Às vezes nós não percebemos o quão abençoados somos até vermos uma situação assim."

  7. Anote todas as perguntas ou ideias adicionais que vêm à mente. Por exemplo: "Eu me pergunto como isso aconteceu com elas. Onde está o pai da bebê? Devia haver mais serviços para as mães desabrigadas. Vou me dedicar a isso. Talvez eu possa me voluntariar para ajudar mais mulheres como ela."

  8. Reveja as anotações feitas várias vezes. Aprecie a forma como os seus pensamentos estão amadurecendo e mudando. Use esse registro para refletir sobre seus pensamentos sobre suas percepções.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...