O que é exenteração orbital?

Escrito por leah berkman | Traduzido por marina villar
O que é exenteração orbital?

A exenteração é uma das opções mais radicais

BananaStock/BananaStock/Getty Images

A exenteração, enucleação e evisceração são as três estratégias cirúrgicas principais usadas para tratar sérios problemas oculares. Uma dessas três, a exenteração é a opção mais radical: é a remoção de todo o olho, a estrutura muscular associada, e ocasionalmente parte do osso orbital (o osso em torno do buraco do olho). A exenteração é usada para formas avançadas do câncer ocular, quando outros métodos de tratamento do câncer falharam.

Outras pessoas estão lendo

Aplicações cirúrgicas

Em geral, a exenteração é empregada como única opção para o tratamento de tumores grandes encontrados no encaixe do olho, na pálpebra ou bola do olho, dentro do nervo ótico, ou na retina. A exenteração do olho é tipicamente a única opção para erradicar inteiramente câncer ou cistos oculares enquanto previne a recorrência depois que outros métodos já falharam anteriormente.

Exenteração como tratamento

Exames minuciosos, usando tomografia computadorizada e ultrassom, são usados para determinar a eficácia presumida de exenteração. De acordo com uma revisão médica na Índia sobre a exenteração do olho postada no site PubMed.org, "a maioria...foi feita para lesões malignas oculares negligenciadas". A implicação é que um conselho médico e tratamento precoce pode fazer um exenteração desnecessária.

Efeitos cirúrgicos

Um número de problemas em potencial aparecem com a cirurgia de exenteração. Acima de tudo e inerentes ao procedimento, é a perda completa e permanente da visão no olho removido. Os métodos operativos requerem um cirurgião altamente qualificado para lidar e manipular as numerosas estruturas musculares no local. Além disso, infecção por bactérias e vírus são um grande risco depois da cirurgia.

Complicações pós-operatórias

Um número de complicações pós-operatórias podem ocorrer. Embora o crescimento de um novo tumor seja geralmente raro, cistos podem se formar dentro e ao redor do buraco do olho. O gerenciamento da dor pós-operatória é importante para assegurar a cura apropriada e conforto do paciente. A dor a longo prazo é o problema mais comum depois da cirurgia, tipicamente na forma de problemas auditivos, sinusite e dor ao redor do buraco do olho.

Gerenciamento a longo prazo

A atenção cosmética é frequentemente necessária para o conforto do paciente. Imediatamente após a cirurgia, os pacientes podem optar por usar um tapa-olho para tapar a ferida. A seleção de dispositivos protéticos - tipicamente colocado no buraco do olho - pode ser encaixado e usado depois da cirurgia, depois de uma cura moderada. As protéticas podem também ser colocados nos ossos faciais do paciente, mas somente depois de completar a cura pós-operatória.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2015 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media