Como explicar o movimento através da física usando situações problemas em linguagem natural

Escrito por ben beers | Traduzido por rúben carlos esteves
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como explicar o movimento através da física usando situações problemas em linguagem natural
Um objeto caindo de um penhasco é um cenário muito comum para as equações de física (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

As equações de movimento podem ser usadas em problemas com enunciado verbal. Se você souber física, poderá criá-los. A física básica sobre o movimento tem uma diversidade de exemplos no mundo real que podem ser usados para enunciados verbais. Existem dois tipos de enunciados nos quais você se deve concentrar. O primeiro ilustra a relação entre o tempo, a velocidade e a aceleração. O segundo expande o primeiro por meio de parábolas, incorporando uma etapa natural a partir de equações exponenciais utilizadas no primeiro tipo de problemas.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Projete um cenário envolvendo um objeto caindo de uma altura fixa. Existe um conjunto de cenários que você pode usar: uma pedra caindo do alto de um penhasco, um livro caindo de uma prateleira, uma pessoa praticante de bungee jumping saltando de uma ponte e alguns outros.

  2. 2

    Escolha as variáveis ​​que você deseja dar a seus alunos. Lembre-lhes que a aceleração da gravidade é constante, em 9,8 metros por segundo ao quadrado. Se você usar o exemplo de uma pedra que cai de um penhasco, seus alunos poderão encontrar a velocidade em cada ponto e momento, usando a altura do penhasco e a constante gravitacional. Você também pode dar o tempo que o objeto leva para cair e, em seguida, pedir aos alunos que encontrem a velocidade atingida em cada ponto, bem como a altura do penhasco.

  3. 3

    Projete um segundo cenário com base em um objeto que sobe e desce. Eis algumas sugestões para esse tipo de problema: uma bala de canhão sendo disparada para o ar, uma bola de basquete sendo jogada para cima ou uma pessoa pulando em cima de uma cama elástica. Em cada exemplo, a subida e a descida do objeto ilustra a utilização de movimento usando uma parábola.

  4. 4

    Introduza o novo problema de movimento após o primeiro. Deixe os seus alunos saberem que um objeto caindo de uma altura é o inverso de um objeto ser lançado para cima: no primeiro caso, o objeto começa com velocidade zero e termina com sua velocidade máxima; enquanto no segundo caso, mostra um objeto começando com sua velocidade máxima. Mostre aos seus alunos como combinar o segundo problema com o primeiro para descobrir o tempo total que um objeto fica no ar.

Dicas & Advertências

  • Devido à gravidade, a aceleração é uma constante, por isso certifique-se de que seus alunos não se esqueçam dessa variável "livre".
  • Demonstre como os problemas do segundo tipo incorporam parábolas depois dos alunos os terem resolvido.
  • Lembre aos alunos que um objeto atirado para cima, na verdade, para por uma fração de segundo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível