Fatores de risco para a gravidez na adolescência

Escrito por charissa mennell | Traduzido por agmar vitti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Fatores de risco para a gravidez na adolescência
A gravidez na adolescência é difícil para a mãe e para o bebê (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

A gravidez é um processo natural para mulheres e, enquanto a maioria das mulheres maduras se adaptam a uma gravidez com complicações mínimas, uma série de fatores de risco estão associados à gravidez na adolescência. Eles estão relacionados à maturidade da mãe fisicamente, mentalmente e emocionalmente. A gravidez na adolescência é difícil para a mãe e para o bebê de muitas formas, fazendo que algumas circunstâncias especiais se fazem necessárias para que a mãe e o bebê prosperem.

Outras pessoas estão lendo

Saúde

A gravidez é um processo árduo para o corpo da mulher quando ela já é completamente madura e está na idade reprodutiva. Adolescentes experimentam uma dificuldade ainda maior para se recuperar do estresse físico da gravidez, e as complicações físicas que podem surgir podem ser devastadoras para a mãe e para a criança. O corpo de uma adolescente pode não estar equipado para lidar com o crescimento de um feto, dependendo da sua idade e maturidade sendo, portanto, pode ser prejudicial ao bebê pois este não conseguirá crescer no seu potencial total. Mães extremamente jovens de baixa estatura podem ter um risco maior de ter um parto via cesariana do que mães adultas, uma vez que a criança pode ser grande demais para se encaixar no canal vaginal de forma segura.

Fatores de risco para a gravidez na adolescência
Mães extremamente jovens de baixa estatura podem ter um risco maior de ter um parto via cesariana do que mães adultas (Photodisc/Photodisc/Getty Images)

Segurança

A segurança vem do local onde a mãe adolescente mora, o apoio que ela tem e a atitude do pai em relação à gravidez. A segurança pode estar em risco se os pais da jovem não dão muito apoio, uma vez que ela pode não ter um local seguro para viver. Ela pode ser forçada a viver em condições não saudáveis e instáveis ou, em casos extremos, uma adolescente grávida pode ser sem teto. A atitude do pai em relação à criança pode também exercer um papel importante na segurança sentida pela mãe. Se ele estiver contrariado com a gravidez ou acusa a mãe pelo que aconteceu, ele pode se tornar abusivo, causando dano potencial à mãe ou à criança por nascer.

Fatores de risco para a gravidez na adolescência
A segurança vem do local onde a mãe adolescente mora, o apoio que ela tem e a atitude do pai em relação à gravidez (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Educação

A educação é frequentemente uma espada de dois gumes quando o assunto é gravidez na adolescência. Frequentemente, adolescentes que receberam menos educação têm um risco maior de engravidar. Isto está inversamente correlacionado à condição socioeconômica, e aquelas que recebem educação de pior qualidade podem ser mães adolescentes mais prováveis. Por outro lado, muitas jovens que engravidam antes de terminar os estudos são prováveis desistentes. Embora isto não seja o caso de todas as adolescentes grávidas, uma porcentagem alta irá desistir dos estudos para tomar conta dos filhos ou para arrumar um emprego para sustentá-los. De acordo com a Campanha Nacional de Prevenção à Gravidez na Adolescência, uma média de 60 por cento das mães adolescentes irão interromper seus estudos mais cedo e não retornar.

Fatores de risco para a gravidez na adolescência
Os riscos de gravidez na adolescência diminuem com o nível socioeconômico e educacional (Comstock/Comstock/Getty Images)

Finanças

A maioria das adolescentes se resignam a trabalhar em empregos que pagam salário mínimo com carga horária inflexível. Embora o salário mínimo seja melhor que o desemprego, esta renda é geralmente insuficiente para suprir uma família. Frequentemente, isto significa que a mãe e/ou seu bebê irão ser forçados a ter restrições em ítens importantes como comida, vestimenta e plano de saúde. Sustentar uma criança pode ser muito caro, e adolescentes têm menores chances de serem capazes de sustentar completamente seu filho sem suporte adicional de outros recursos, como governo ou assistência social, programas de apoio a mulheres, bebês e crianças, vales alimentação ou outras formas de serviço social fornecidas pelo estado. De acordo com a CNN, estes programas são voltados a ajudar as mães sofrendo as implicações econômicas de se criar um filho, mas eles não são sempre capazes de fornecer o apoio financeiro completo necessário para se criar um filho com aumentos na alimentação e cortes orçamentários.

Fatores de risco para a gravidez na adolescência
Frequentemente adolescentes conseguem prover serviço de saúde de pior qualidade para sers filhos do que mães adultas (Photodisc/Digital Vision/Getty Images)

Preparação

Qualquer mãe irá confirmar os desafios advindos de se criar uma criança. Enquanto esta é uma relação recompensadora para muitas, existem também dificuldades. Espera-se que uma mulher adulta seja mais capaz de lidar com elas, uma vez que tem mais experiência de vida que a adolescente. A gravidez na adolescência geralmente resulta na inabilidade de se lidar com tudo que decorre de se criar uma criança. Isto pode levar à depressão, forte frustração e, se não houver apoio, pode fomentar um relacionamento muito negativo com a criança ao longo do tempo. De acordo com a Campanha Nacional de Prevenção à Gravidez na Adolescência e à Gravidez Não Planejada, os bebês nascidos de mães adolescentes têm 50 por cento de chances a mais de ser tornarem vítimas de abusos.

Fatores de risco para a gravidez na adolescência
Espera-se que uma mulher adulta seja mais capaz de lidar com elas, uma vez que tem mais experiência de vida que a adolescente (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível