Fatos simples sobre pintinhos

Escrito por lori weaver Google | Traduzido por camila marques dos santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Fatos simples sobre pintinhos
Cuidar de pintinhos é um esforço constante (USDA Agricultural Research Service)

Cuidar de pintinhos é um esforço constante. Abrigo adequado, uma fonte de calor e a capacidade de satisfazer suas necessidades nutricionais são fatores que devem ser analisados antes de levá-los para casa, independentemente de você estar iniciando sua própria criação ou apenas criar um como animal de estimação.

Outras pessoas estão lendo

Incubação

Os pintinhos geralmente possuem um período de incubação de 21 dias. Enquanto está no ovo, o filhote cresce para ocupar todo o espaço dentro dele, exceto a célula de ar.

Necessidade de calor

Os pintinhos precisam de calor até criarem penas. Uma fonte comum de calor é colocar uma lâmpada entre 40 e 50 cm acima dos animais, pois é uma escolha barata para uma pequena criação.

Alimentação e água

Os pintinhos precisam ser alimentados com uma dieta industrializada de forma que comam o quanto conseguirem. Eles precisam de água fresca oferecida em uma tigela que não possam virar facilmente.

Vulnerabilidade

Os pintinhos estão suscetíveis a predadores e doenças. Os animais de estimação estão à salvo de animais externos. Toda a superfície deve ser desinfetada antes que os pintinhos cheguem e, depois, em intervalos regulares.

Crescimento e maturidade

O pintinhos fêmeas são chamados de frangas até completarem um ano de idade. Aos seis meses elas começam a botar seus ovos.

Curiosidade

Os pintinhos podem respirar antes que choquem. A casca do ovo pode parecer sólida, mas contém cerca de 8.000 poros, largos o suficiente para realizar a troca entre oxigênio e dióxido de carbono.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível