×
Loading ...

Como identificar uma namorada promíscua

Atualizado em 17 abril, 2017

O comportamento promíscuo, comumente referido com uma conotação negativa, é definido como participar de sexo casual e frequente. De acordo com um estudo da Universidade Cornell publicado pelo Science Daily, as pesquisas mostram que mulheres promíscuas são comumente deixadas de fora de muitos círculos sociais e nem sempre são vistas pelos homens como adequadas para relacionamentos duradouros. Uma mulher que é promíscua pode estar em um ponto da vida no qual está explorando sua identidade e sexualidade, ou pode exibir comportamentos que indiquem necessidade de afeição.

Uma namorada promíscua pode ser persistente sobre assuntos íntimos (AmmentorpDK/iStock/Getty Images)

Insegurança

Quando uma mulher não se sente desejada ou sente ciúme de outras, ela pode se envolver em atividades sexuais frequentes para se sentir segura de si mesma, de acordo com o psiquiatra Fredric Neuman no artigo da Psychology Today "Certos aspectos da promiscuidade". Se a sua namorada frequentemente têm dúvidas quanto a sua aparência ou se sente inadequada, isso pode ser sinal de que ela é promíscua e está buscando afeição através do sexo. Provocações comumente acompanham a insegurança. Por exemplo, uma jovem pode buscar atividade sexual como modo de mostrar sua independência durante o ensino médio ou a faculdade para mostrar aos outros que pode tomar suas próprias decisões independentemente do que outras pessoas pensem.

Loading...

Baixa autoestima

Uma mulher que não se vê como saudável, bem-sucedida ou digna pode tomar decisões autodestrutivas que podem levar a um comportamento promíscuo, de acordo com o psiquiatra Kevin Solomons no artigo da PsychCentral intitulado "Como a baixa autoestima a afeta negativamente?". A baixa autoestima pode levar um indivíduo a permitir maus tratos em seu corpo ou aumento da atividade sexual para anestesiar a dor de se sentir menos digna de amor ou afeição. O comportamento promíscuo pode ser resultado de um evento devastador que afete a autoestima de uma mulher, como um divórcio ou a rejeição de um relacionamento.

Bagagem emocional

Experiências da infância, pais severos e negligência podem contribuir para a promiscuidade. De acordo com um estudo de Jay Belsky sobre desenvolvimento infantil, uma criança exposta a pais severos dentro dos primeiros quatro anos de vida pode demonstrar comportamento sexual irrestrito cedo, como aos 15 anos de idade. Uma namorada com pais ausentes ou abusivos pode estar em risco de ter um comportamento promíscuo.

Persistência

Mulheres promíscuas podem querer sexo com mais frequência do que as namoradas comuns. Sua namorada pode ser persistente sobre assuntos íntimos e se preocupar com sexo, de acordo com o psiquiatra Michael Herkov no artigo da PsychCentral intitulado “Se você acha que tem um problema com vício sexual". Sua namorada também pode se irritar e exibir mudanças de humor quando não pode fazer sexo como deseja.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...