A importância da consciência cultural em uma sala de ESL

Escrito por miranda morley Google | Traduzido por érika reis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A importância da consciência cultural em uma sala de ESL
Professores culturalmente conscientes ajudam os estudantes de ESL a se sentirem menos deslocados (today image by alwayspp from Fotolia.com)

Seja qual for a série, pré-escolar ou ensino médio, há poucos lugares em educação mais diversificados do que a sala de aula de ESL -Inglês como segunda língua. A sala de aula de ESL reúne alunos de diferentes habilidades linguísticas e culturais. Apesar de todos estarem lá com um propósito comum - desenvolver a fluência no idioma inglês -, o número de culturas representadas propicia interpretações equivocadas. Por estes motivos, os professores de ESL não devem apenas saber os fundamentos da gramática do inglês. Eles também devem disseminar a consciência cultural.

Outras pessoas estão lendo

A conexão língua-cultura

De acordo com o National Capital Language Resource Center (NCLRC), a maioria dos estudiosos concorda que língua e cultura estão intrinsecamente ligados. Elas influenciam uma à outra. Por isso, é impossível ensinar inglês americano sem também ensinar a cultura americana. Na verdade, NCLRC afirma: "Linguística, discurso, sociolinguística e competência estratégica incorporam as facetas da cultura, e o desenvolvimento dessas competências está entrelaçado com o desenvolvimento da consciência cultural." Assim, o professor de ESL americano deve estar ciente da cultura americana e de como ela influenciou o inglês americano, a fim de ensinar comunicação cultural a seus alunos.

Intenção hegemônica

De acordo com o professor inglês David Johnson, alguns estudiosos estão preocupados com o ensino da cultura na sala de aula de ESL, sugerindo que alguns professores instruem seus alunos a acreditarem que a cultura americana é superior a todas as outras culturas. No entanto, o periódico eletrônico de 2005 sobre o estudo de ESL, de Johnson, diz que os professores que ele observou "abordam a cultura sem intenção consciente hegemônica. Eles simplesmente estão ensinando conceitos que consideram importantes para a comunicação."

Comportamento em sala de aula

Tanto quanto ser consciente de sua própria cultura, um professor ESL deve estar ciente da cultura de seus alunos e como ela pode estar afetando problemas de comportamento em sala de aula. De acordo com o site EverythingESL.net, "Sempre que um integrante da equipe dominante pensa que o comportamento de um jovem ESL parece injustificado, bizarro, rude, ou de alguma forma inesperada, é possível que isto não passe de um mal-entendido cultural". Os professores que estão cientes da cultura de seus alunos podem identificar quando uma interpretação cultural equivocada está causando um problema na sala de aula e fazer algo para saná-la, falando com os alunos envolvidos em particular e discutindo com eles a diferença cultural, em um ambiente aberto.

Preocupações acadêmicas

Alunos de culturas diferentes também tratam cenários acadêmicos de forma diferente. Por exemplo, algumas culturas colocam ênfase na discussão em sala de aula, enquanto outras enfatizam apenas palestras. Os alunos que são submetidos a um novo ambiente de aprendizagem podem se sentir desconfortáveis e, portanto, ter dificuldade de aprendizagem. Os professores que são culturalmente conscientes podem diferenciar o ensino para que os alunos de outras culturas tenham a oportunidade de realizar tarefas de aprendizagem com as quais eles se sintam confortáveis​​.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível