Como lidar com alguém que está espalhando boatos

Escrito por lars tramilton | Traduzido por carlos cassimiro
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como lidar com alguém que está espalhando boatos
Evite deixar boatos abalarem o melhor de você (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

Boatos e fofocas podem ser extremamente prejudiciais e perigosos para as pessoas, seja em um ambiente escolar ou em um local de trabalho. As pessoas que espalham boatos muitas vezes não percebem o que estão fazendo e o impacto que os boatos podem ter sobre aqueles que os ouvem. Se alguém estiver espalhando boatos ruins e maliciosos sobre você, em vez de sofrer em silêncio, tome o controle da situação - e da sua reputação.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Discuta os boatos com a pessoa que os começou. Se você estiver ciente do originador dos rumores, calmamente e racionalmente deixe a pessoa saber que os boatos estão lhe machucando. Mantenha um comportamento que seja firme, mas não acusatório. Abstenha-se de uma conversa incendiária. Como alternativa, descubra o que levou a pessoa a espalhar esses boatos. Mantenha-se calmo e deixe ela saber o efeito que eles têm sobre você.

  2. 2

    Pegue a caminho certo. Tente seguir a sua vida diária o mais normalmente possível em meio aos boatos negativos. Não deixe inverdades impedirem a sua produtividade no seu local de trabalho, na escola ou em outro lugar. Lembre-se que você sabe a verdade, e que no final do dia, o que as outras pessoas acreditam realmente não importa. Além disso, seus verdadeiros amigos verão a verdade. Não procure vingança, em vez disso, siga em frente com sua vida. A vingança lhe reduzirá ao mesmo nível que o fofoqueiro.

  3. 3

    Abstenha-se de participar de boatos. Se você for a vítima, está ciente das suas consequências e do quanto eles podem ferir as pessoas. Acabe com o ciclo vicioso ao se recusar a participar de conversas de fofocas. Basta ir embora e dizer que você não está interessado no assunto. Por mais "gotoso" ou fascinante que seja discutir o caso de um colega de trabalho, ele simplesmente não é da sua conta. Lembre-se que pessoas reais estão envolvidas nos boatos, pessoas com sentimentos e emoções genuínos.

  4. 4

    Considere as causas dos boatos. Quanto melhor você entender os gatilhos da disseminação dos boatos, mais fácil será lidar com a situação. Muitas vezes as pessoas espalham boatos por ciúmes e inveja, ou por puro desejo de arruinar a reputação de pessoas que admiram ou gostariam de ser. Olhe para a disseminação de um boato à luz mais positiva possível - como um estranho, mas sincero, elogio. Se alguém estiver gastando tempo para difamá-lo, é porque de alguma forma, por alguma razão, você é importante para essa pessoa.

  5. 5

    Fale sobre o assunto com um superior. Se estiver lutando contra boatos desagradáveis ​​no local de trabalho ou na escola, considere relatar a situação à uma figura de autoridade, como um supervisor ou professor. Se os boatos persistentes estiverem lhe distraindo e reduzindo sua produtividade, então você poderá precisar de ajuda externa para lidar com a situação.

Dicas & Advertências

  • Se você tiver a autoridade, considere a organização de um encontro entre todas as partes envolvidas e participantes em que a verdade possa ser dita e os boatos possam ser encerrados de uma vez por todas. Use esta oportunidade como um momento para discutir também o perigo e os danos da fofoca.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível