Como melhorar a contagem de ritmo no clarinete

Escrito por steven j. miller | Traduzido por césar campos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como melhorar a contagem de ritmo no clarinete
Contar os ritmos no clarinete exige atenção à técnica adequada (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

A contagem de ritmo no clarinete é muito parecida com a de qualquer outro instrumento. A exceção é que nesse instrumento utiliza-se um tipo especial de técnica de "tonguing" (o músico utiliza a língua no bocal do clarinete) para articular cada nota. Sem a técnica adequada, os ritmos não soarão de forma clara e distinta. Aprender a tocar ritmos difíceis no clarinete exige um alto grau de habilidade e concentração. Com a prática, seguir um cronograma rigoroso de leitura e análise rítmica melhorará a sua capacidade de contar de modo eficiente.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Metrônomo
  • Partitura de leitura rítmica

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Aprenda a maneira correta de contar os ritmos. Cada batida principal usa um número inteiro, os tempos fracos da oitava nota usam a sílaba "ta", os tempos fracos da décima sexta nota usam as sílabas "e" para o segundo grupo de 16 notas e "a" para o quarto grupo de 16 notas. Uma série de quatro notas de décima sexta seria contada como "1", "e" "ta" e "a". Para tocar apenas duas oitavas, você contaria como "1 ta".

  2. 2

    Desenvolva uma técnica adequada de "tonguing" no clarinete. A ponta da língua deve tocar levemente a palheta utilizando o som "dii". Como os ritmos aumentam a velocidade, traga a língua o mais próximo da palheta para reduzir a distância do deslocamento.

  3. 3

    Bata palma em cada ritmo da partitura sem usar o clarinete. Configure o metrônomo na velocidade recomendada na partitura.

  4. 4

    Toque cada ritmo da partitura do clarinete em um único tom. Evite mudar para os próximos exercícios até que você tenha dominado o atual.

  5. 5

    Melhore ainda mais a sua capacidade de tocar os ritmos fazendo isso em escalas maiores e menores. Esta é uma forma inusitada de tocar escalas e exige que você pense com cuidado sobre o ritmo.

  6. 6

    Pratique diariamente e toque o complexo "etudes" de clarinete para desenvolver a sua capacidade de contar os ritmos. Os "etudes" (estudos específicos desenvolvidos pelo clarinetista francês Cyrille Rose) contêm ritmos complexos para você aprender a contar de modo eficiente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível