Como melhorar o desempenho e a motivação dos alunos

Escrito por karen hollowell | Traduzido por juliana ferreira dos anjos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como melhorar o desempenho e a motivação dos alunos
Os professores frequentemente buscam formas de motivar e incentivar seus alunos para a aprendizagem (student image by Dmitri MIkitenko from Fotolia.com)

Motivar os alunos é um grande desafio para os educadores. Um ensino de qualidade, fornecido por professores carinhosos e com acesso às mais recentes tecnologias, terá um impacto significativo sobre os alunos que não se preocupam com a aprendizagem, tornando-os empreendedores de sucesso. Os professores podem subornar, persuadir e implorar mas, no fim, a motivação tem que vir de dentro. Com muito trabalho e paciência, há algumas coisas que os professores podem fazer para ajudar as crianças a compreender o valor da educação, bem como as suas responsabilidades e recompensas.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Converse com seus alunos sobre motivação intrínseca. Deixe bem claro que eles são responsáveis pela própria aprendizagem e pelo seu nível de desempenho. Fale com eles sobre o orgulho de suas realizações, como, por exemplo, finalmente compreender uma longa divisão ou álgebra. Incentive-os a buscar desafios pessoais, como ler mais livros e aprender um novo passatempo, além de atividades acadêmicas. Essas atividades melhorarão sua auto-estima, aumentando a motivação interna.

  2. 2

    Ajude os alunos a compreender a utilidade do conhecimento através da aplicação de conceitos práticos. Quando for ensinar habilidades matemáticas, tais como porcentagens e dinheiro, leve-os para dar uma volta pelas lojas da cidade e peça-os para calcular o preço dos itens após subtrair os descontos. Os alunos que tiverem aversão à matemática poderão se sentir motivados a participar quando perceberem que o que eles estão aprendendo pode ajudá-los fora da sala de aula.

  3. 3

    Elogie e recompense o esforço e a melhoria. Não há nada de errado em usar motivações externas, tais como elogios, privilégios e prêmios. No entanto, não conte com estes métodos para transformar da noite para o dia um aluno relutante. Motivadores externos devem ser usados ​​por curtos períodos de tempo, apenas para encorajar o cumprimento de um objetivo específico, como aprender fatos de multiplicação para os números de um a 12, ou memorizar o Preâmbulo da Constituição Brasileira.

  4. 4

    No início do ano, defina expectativas elevadas para serem alcançadas. Explique brevemente os objetivos educacionais que eles deverão dominar e desafie-os a atendê-los e superá-los. Mesmo as crianças muito jovens entenderão se você usar palavras do cotidiano delas, ao invés de usar um vocabulário muito técnico. Basta saber que o professor acredita nelas para que elas se sintam motivadas a alcançar seus objetivos.

  5. 5

    Comunique-se com os pais. Muitas vezes não existe ligação entre pais e professores e as crianças usam isto como uma vantagem para jogar um contra o outro. Se eles conseguem criar uma tensão entre essas duas partes, há menos foco em suas qualidades e realizações. Converse com os pais frequentemente. Escreva notas semanalmente, se possível. Quando as crianças sabem que seus pais e seu professor discutem e monitoram seu progresso, eles estarão sempre motivados para melhorar.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível