Nutrição: Minerais essenciais

Escrito por molly mcadams | Traduzido por luigi bahia
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Nutrição: Minerais essenciais
Frutos do mar são ricos em minerais vestigiais, essenciais para o corpo humano (Lars Gunderson: stock.xchng, Alexander Kalina: stock.xchng)

Minerais vestigiais são os minerais que você precisa em sua dieta em quantidades muito pequenas. Enquanto frutos do mar são uma grande fonte de minerais, eles também são encontrados em muitos outros tipos de alimentos.

Nove minerais vestigiais são reconhecidos como sendo essenciais para os seres humanos. Embora classificados separadamente dos "grandes" minerais, minerais vestigiais possuem uma significativa importância para a nutrição humana. Os quatro elementos mais bem conhecidos são o ferro, zinco, iodo e selênio. Junto com o cobre, manganês, cromo, molibdênio e flúor, esses minerais desempenham diversos papéis na manutenção da boa saúde e prevenção de doenças.

Outras pessoas estão lendo

Ferro

A maior parte do ferro do corpo é encontrada nas células vermelhas do sangue, onde o seu trabalho é transportar oxigênio dos pulmões para todas as células do corpo. O resto das reservas de ferro do seu corpo são usados ​​para metabolizar energia, produzir DNA e proteger células de danos oriundos de reações químicas inerentes ao corpo humano.

Os alimentos que são ricos em ferro incluem carnes vermelhas, carne escura das aves, ostras, camarão, atum, cereais enriquecidos e outros grãos, leguminosas como feijão e lentilha, castanha de caju e tofu.

Zinco

O zinco ajuda a facilitar o crescimento e a reprodução, desempenhando um papel importante na imunidade e ajudando a regular uma variedade de reações naturais do corpo que envolvem genes e hormônios.

Na dieta, o zinco pode ser encontrado em crustáceos (principalmente ostras), carnes vermelhas, carne escura das aves, laticínios, nozes e leguminosas.

Iodo

O iodo é essencial para a síntese de hormônios da tireoide, que por sua vez regulam diversos processos do organismo incluindo o metabolismo, o crescimento celular e a reprodução.

Iodo na dieta vem de frutos do mar (incluindo algas marinhas), leite, legumes, peru e ovos.

Selênio

Selênio ajuda na produção de proteínas do corpo, na regulação de hormônios, auxilia em reações enzimáticas que afetam o metabolismo, crescimento e reprodução e ajuda outras vitaminas e minerais a fazer o seu trabalho como antioxidantes para proteger as células do organismo contra danos e destruição de causas naturais e do ambiente.

O selênio é bem distribuído por toda a cadeia alimentar, mas o conteúdo de selênio dos alimentos vegetais é muito variável, dependendo do conteúdo de selênio do solo no qual elas crescem. Algumas das melhores fontes de selênio são os peixes e frutos do mar, produtos de trigo integral, arroz integral e nozes (especialmente castanha do Pará).

Outros minerais vestigiais

O cobre ajuda o corpo a usar o ferro para produzir células sanguíneas, e, juntamente com manganês e crômio, é necessário para o metabolismo de energia. O molibdênio ajuda o corpo a usar outros nutrientes e se livrar dos subprodutos do metabolismo. A única utilidade conhecida do flúor é para proteger os dentes das cáries.

Esses nutrientes são encontrados em grãos integrais, nozes, frutos do mar, carnes, legumes, produtos lácteos, frutas e verduras. Se você comer uma dieta equilibrada que inclui uma variedade de alimentos, você não terá problemas para conseguir quantias suficientes destes minerais. O flúor também é adicionado ao suprimento de água público das cidades. Todos estes minerais são necessários ao organismo em quantidades tão pequenas que não há quase nenhuma chance de uma deficiência nutricional de um deles.

Suplementos

A menos que você esteja em risco de deficiência, suplementos minerais individuais não são recomendados, exceto sob aconselhamento de um médico, pois podem facilmente resultar em sobrecarga; em níveis elevados, os minerais podem ser tóxicos. Se você sentir que precisa de minerais e não está obtendo o suficiente em sua dieta, um suplemento multivitamínico e mineral, com não mais do que 100% do valor diário para cada nutriente deve cobrir as suas necessidades. Estes tipos de suplementos multivitamínicos e minerais também proporcionam um equilíbrio saudável de nutrientes que podem auxiliar na absorção e utilização de minerais. Por exemplo, eles contêm vitamina C, o que ajuda o ferro a mover-se através do movimento da parede do intestino e ir para a corrente sanguínea.

Nutrição: Minerais essenciais
Suplementos geralmente não são necessários para suprir a carência de minerais vestigiais do nosso corpo

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível