×
Loading ...

O papel da poliadenilação do RNA

Atualizado em 22 julho, 2017

A poliadenilação do RNA é um dos passos no processamento da cadeia de ácido ribonucleico (RNA) para síntese de proteínas. A cadeia de RNA mensageiro (RNAm) passa por diversos passos depois de ter copiado o modelo de DNA até a proteína poder ser sintetizada. A cadeia de RNAm contém todas as informações necessárias para a produção da proteína em forma de cadeia de ácido nucleico.

Poliadenilação do RNA (Comstock/Stockbyte/Getty Images)

MRNA transcrição e processamento

O RNAm é produzido pela enzima RNA polimerase que lê o código genético (sequência A,T,G,C) no DNA e o copia para formar a cadeia de RNAm. Essa cadeia precisa ser processada e transportada aos ribossomos, que são as regiões de síntese de proteínas.

Uma vez que o RNAm é produzido, terá uma vida muito curta. O RNAm sofre a adição de cap terminal 5', em que uma guanina modificada é adicionada ao 5' cap terminal da cadeia de polímero. A presença do cap 5' permite que outras enzimas reconheçam o ponto de partida do RNAm e também protejam a cadeia de RNAm da degradação pela RNAse.

A cadeia de RNAm também pode sofrer splicing, que envolve a remoção de trechos de aminoácidos que são não codificantes.

Loading...

Importância da poliadenilação

Poliadenilação é a adição de múltiplos nucleotídeos A à cadeia de RNAm na cauda do 3'. Essa tem diversos propósitos:

(1) A presença da cadeira de poli(A) sinaliza o fim da região codificante de RNAm

(2) A cadeia de polímero (A) é importante para o transporte do RNAm do núcleo onde é sintetizado ao ribossomo, onde a proteína é traduzida.

(4) Depois de um tempo, a cadeia A é encurtada e, quando estiver bem curta, o RNAm é degradado. Assim, o comprimento da cadeia poli é um indicador da longevidade da cadeia de RNAm.

Sinal da poliadenilação na cauda do 3'

Análises profundas do pré-RNAm mostraram que todas as cadeias de RNAm eucariótico possuem um sinal de AAUAAA na cauda do 3'. Essa sequência é encontrada acima da cadeia de poli A. Quando essa sequência sofreu mutação, virtualmente toda polianelidação foi perdida, sugerindo que essa sequência é importante para o processamento do pré-RNAm e permite que a poliadenilação ocorra.

Preparação para poliadenilação

Poliadenilação ocorre em uma série de etapas com a adição de muitas proteínas.

(1) O fator específico da clivagem e poliadenilação (CPSF) se liga à cadeia acima de poli(a) do RNAm e forma um complexo instável.

(2) Três proteínas adicionais se ligam ao complexo de CPSF-RNA. Esses são os fatores estimulantes de clivagem (CSF), fator de clivagem I e fator de clivagem II.

(3) A poli polimerase A se liga a essa multiproteína complexa e permite que a clivagem ocorra.

(4) Agora, a cauda do 3' livre é rapidamente polidenializado.

Poliadenilação

A Poliadenilação da cauda do 3' ocorre em dois passos. Na primeira fase, entre dez a 12 nucleotídeos são adicionados lentamente na cauda do 3'. Depois, entre 200 a 250 nucleotídeos A são adicionados de forma rápida à cauda do 3' do RNAm.

Uma proteína chamada Poli (A) ligada à proteína II (PABPII) liga-se na cadeia de RNAm para facilitar a rápida adesão de adenosina na cadeia. Quando o comprimento da cadeia atinge entre 200 e 250 nucleotídeos, a PABP II sinaliza a poliA polimerase (PAP) para terminar a adição de As na cadeia.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...