Mais
×

Como fazer um Plano de Ação para motivar os alunos

Com um plano cuidadoso para motivar seus alunos, você pode envolver sua classe e garantir que cada estudante tenha a oportunidade de aprender a lição e desfrutar da sua aula. A direção do seu plano de ação é a abordagem que pretende utilizar para envolver os alunos em sua aula e atender às necessidades motivacionais específicas de sua classe. Enquanto cada aluno tem diferentes necessidades motivacionais, algumas técnicas têm um histórico comprovado de sucesso quando se trabalha para inspirar os alunos a se engajar na lição.

Instruções

Os professores desempenham uma força motivacional em salas de aula (Comstock Images/Comstock/Getty Images)
  1. Separe seus objetivos de ensino dos métodos de como você vai ensiná-los. Liste as ideias em si e os objetivos de cada lição para atuar como seu guia quando você reavaliar seus planos de aula. Como exemplo, em uma aula de Português a sua lista pode conter metáforas, símiles, hipérboles, e personificações.

  2. Considere os interesses e ideais dos alunos que ensina. Faça uma lista das coisas que eles parecem se preocupar, como a cultura pop, tecnologia, esportes ou interesses locais. Procure maneiras criativas de inclui-los em seus planos de aula. Por exemplo, se a lista inclui metáforas para uma próxima aula, selecione algumas músicas populares das bandas favoritas de seus alunos e os instrua a identificar as metáforas nas canções. Discuta como o artista usa as metáforas para expressar suas idéias.

  3. Dê aos seus alunos opções para suas tarefas permitindo a cada um fazer escolhas projetadas a inspirar. Inclua opções de artigos de pesquisa com várias possibilidades de tópico para permitir que os alunos selecionem o tema maior interesse pessoal, e dê tarefas, com opções de leitura, para que os alunos selecionem os livros que gostam. Como exemplo, se você estiver criando uma redação para acompanhar a sua lição sobre metáfora, peça a eles para escreverem suas próprias canções, sobre qualquer assunto, usando metáforas para expressar um ponto.

  4. Crie tarefas para desafiar os alunos em diferentes níveis acadêmicos através da concepção de trabalhos com objetivos de interpretação ou mudança de final. Um exercício pedindo para ler algo e responder questões de múltipla escolha sobre o trabalho é um exemplo de tarefa com um final fechado porque cada pergunta tem uma resposta certa. Uma tarefa com final aberto permitiria aos alunos que escolhessem um livro, o lessem e escrevessem um artigo sobre os elementos daquela história.

  5. Desenvolva um plano para lidar com cada aluno que mostrar uma falta de motivação especial. Inclua métodos para abordar o problema com o estudante e discuta-o para determinar sua origem e desenvolver uma solução para o mesmo. Inclua um plano para os alunos com problemas particulares, tais como dificuldades de aprendizagem, problemas familiares ou sociais. Faça uma lista de pessoas e recursos na escola para os quais você pode encaminhar o aluno, e como você pretende conversar com pais dele, se necessário.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article