Quais são os riscos do contato da ferrugem com cortes?

Escrito por madeleine hall | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais são os riscos do contato da ferrugem com cortes?
A ferrugem não só destrói metal, mas também pode causar infecções e tétano (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

A ferrugem é uma substância em flocos chamada óxido férrico, que corrói e destrói itens metálicos como um resultado da oxidação, especialmente em condições úmidas ou salgadas. A ferrugem por si só não é perigosa, mas se alguém pisar em um prego enferrujado ou se cortar com um objeto enferrujado, pode ser fatal. Uma infecção leve da ferida é a menor das preocupações da pessoa machucada. A ameaça de tétano ou até mesmo a gangrena é o pior.

Outras pessoas estão lendo

Cuidados adequados com a ferida

Qualquer ferida causada por um objeto enferrujado que não receba os cuidados adequados pode ficar infeccionada. Perfurações são particularmente vulneráveis, porque são propensas a deixar resíduos de ferrugem na ferida, e eles podem não ser percebidos, encorajando uma infecção. Com frequência, a ferrugem age igual a uma lasca de madeira e encontra seu caminho para fora da pele. Outras vezes, ela continua na ferida e contribui para a infecção. Os cuidados adequados com a ferida depois da lesão variam dependendo do tamanho do ferimento. Se for pequeno, lavar com sabão e tratar com pomadas antibacterianas e um curativo pode ser suficiente para a cura. Feridas maiores devem ser examinadas por um médico, já que podem exigir desbridamento (remoção de sujeira, ferrugem ou outros contaminantes) ou até mesmo suturas. A assistência médica é necessária se a pessoa machucada não recebeu a vacina contra o tétano dentro dos últimos cinco anos.

Infecção simples de um corte causado por objeto enferrujado

Uma infecção simples de uma ferida causada por objeto enferrujado é evidente até a um observador casual. O tecido em volta da lesão se torna vermelho, inchado e inflamado. A dor aumenta, e a presença de um líquido grosso e branco, chamado pus, pode ser percebida. Algumas pessoas com uma ferida infectada podem apresentar uma temperatura baixa e sentirem-se fatigados. Uma visita rápida a um médico ou à emergência do hospital é necessária. A ferida irá precisar ser tratada novamente e antibióticos orais serão prescritos. Infecções não tratadas apenas pioram. Nesse ponto, o médico irá sugerir novamente uma vacina contra tétano se o paciente ainda não a tomou.

Infecção grave de um corte causado por objeto enferrujado

Quando uma ferida infecciona e não é tratada, a infecção piora. Uma infecção ignorada causará febre alta, aumentará a produção de pus e será acompanhada de um cheiro desagradável. Os linfonodos irão inchar e a dor na ferida será quase insuportável. Uma visita à emergência do hospital é essencial agora, já que os tratamentos mais leves, com antibióticos orais, podem não funcionar. Pode até mesmo ser necessário que a pessoa machucada fique internada e comece a receber tratamento com antibióticos intravenosos. A ferida precisará de uma descontaminação mais profunda, e pode ser que um dreno seja inserido para a remoção do pus. Ignorar a infecção e não procurar ajuda médica por fim resultará na morte do tecido, chamada de gangrena. A gangrena é uma complicação de uma infecção não controlada, que destrói o tecido. Além da hospitalização e tratamento agressivo com antibióticos, existe a possibilidade da necessidade de amputação das áreas afetadas. Se a infecção atingiu o sangue, condição chamada de septicemia, uma infecção bacteriana completa do corpo pode resultar na morte da pessoa com o ferimento causado por objeto enferrujado.

Tétano

Ao contrário da crença popular, praticamente qualquer perfuração ou ferimento pode causar tétano, mas ele geralmente é ligado a cortes com ferrugem. O tétano é uma infecção bacteriana grave, causada pela introdução da Clostridium tetani ao corpo através de um corte ou perfuração. Os sintomas do tétano podem começar de duas semanas a dois meses após o corte. Eles incluem dor de cabeça e espasmos nos músculos da mandíbula, dando à infecção o rótulo de "mandíbula travada". Conforme a toxina se espalha pelo corpo, ela rapidamente causa os espasmos em mais músculos, como no pescoço, membros e estômago. Ela também pode causar convulsões. Pessoas que contraem o tétano geralmente precisarão passar várias semanas no hospital, já que a recuperação é lenta. As complicações do tétano podem ser graves, e incluem longos períodos de rigidez e dor muscular, problemas respiratórios e nos pulmões, baixa densidade dos ossos, embolismo pulmonar (coágulos de sangue nos pulmões), arritmia (alteração nos batimentos cardíacos), pressão alta, pneumonia e possivelmente a morte. O tétano, que uma vez já foi muito difundido, agora é raro, já que a vacina foi criada na década de 40. Nos Estados Unidos, a taxa de morte por tétano é de 3 a cada 10, principalmente em pessoas que não foram imunizadas. A doença continua sendo comum em países subdesenvolvidos que não possuem os cuidados médicos adequados.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível