O refluxo ácido é causado por uma deficiência ou excesso de ácido no estômago?

Escrito por lori van dien | Traduzido por ronaldo moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O refluxo ácido é causado por uma deficiência ou excesso de ácido no estômago?
Cerca de 17 milhões de Americanos possuem sintomas de azia (Image by Flickr.com, courtesy of Mike Licht)

Se você tem azia, ela pode ser causada por refluxo ácido, uma condição na qual o ácido do estômago retorna para o esôfago. Quando o refluxo ácido é um problema crônico, ele é chamado doença de refluxo gastroesofágico ou DRGE.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

Refluxo ácido comumente ocorre quando o esfíncter na parte inferior do esôfago - que abre para permitir que a comida flua até o estômago - permite que o ácido volte de fluxo para o esôfago. Isso pode acontecer quando você comeu demais, quando se deitar imediatamente depois de comer, ou quando o esfíncter torna-se fraco e não consegue fechar corretamente. Fumo, certos alimentos, álcool e medicamentos de prescrição podem contribuir para o enfraquecimento dos músculos do esfíncter, de acordo com HealthGuidance.org.

Equívocos

Antiácidos são comumente prescritos para o refluxo ácido, mas profissionais holísticas como o Dr. Nicola Tauraso acredita que isso é um erro. Refluxo ácido, como outros problemas digestivos, não é causado pelo excesso de ácido estomacal, diz Tauraso. Ele pode ser um efeito da indigestão, que decorre de não ter ácido estomacal suficiente para repartir corretamente a comida quando você come. Essa condição é chamada de hipocloridria. Tauraso adverte que os antiácidos que realmente reduzem ainda mais os ácidos do estômago podem causar danos.

Significado

O médico naturopata Andrew Rubman concorda que é necessário o ácido do estômago quando você está comendo para repartir o alimento em seu estômago. Se você não tiver o equilíbrio adequado dos sucos digestivos, apenas alguns dos alimentos serão repartidos; os alimentos restantes vão começar a fermentar no estômago, se não houver ácido insuficiente para equilibrar as bactérias. O resultado é o acúmulo de gás doloroso ou expulsão, muitas vezes acompanhada de ardor ou queimação líquida do estômago. Por outro lado, o ácido pode causar problemas entre as refeições; lanches alertam o seu estômago para produzir ácido quando há pouco ou nenhum alimento para ser trabalhado. Sendo assim, o que geralmente chamamos de excesso de acidez estomacal é a "acidez gástrica inadequada", diz o Dr. Rubman.

Solução/Prevenção

Para ajudar a combater o refluxo ácido, Dr. Rubman diz que a prevenção é o melhor remédio. • Para parar o excesso de produção de ácidos estomacais entre as refeições, não coma lanches com frequência ou masque chiclete, esta ação causa a produção de ácido no momento errado. • Evite excessos. Comer demais de uma só vez aumenta a pressão sobre o estômago e força até o esôfago. • Espere duas horas entre as refeições. Demora-se muito tempo para digerir corretamente os alimentos. • Nunca deite-se imediatamente depois de comer uma grande refeição.

Considerações

Não beba muito líquido durante as refeições. Mais alguns goles podem inibir os ácidos no estômago de digerir corretamente e repartir os alimentos. A mastigação também desencadeia produção de ácido, então, coma lentamente e mastigue a comida muito bem antes de engolir.

Alerta

Azia pode ser relacionada com a presença de helicobacter pylori bactérias no estômago, que pode resultar em úlceras ou até mesmo câncer. Se os sintomas persistirem mais de uma semana a dez dias, consulte seu médico e peça um exame de sangue para determinar se você tem esta bactéria. Se o fizer, pode facilmente ser tratada, de acordo com o Dr. Tauraso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível