A técnica 1-2-3 para disciplinar crianças

Escrito por sharon perkins | Traduzido por christian avila
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A técnica 1-2-3 para disciplinar crianças
O método mágico 1-2-3 ajuda a controlar comportamentos que enlouquecem os pais (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Poucos aspectos da paternidade são tão frustrantes aos pais quanto a disciplina. Fazer seu filho lhe escutar parece ser um exercício de futilidades. O constrangimento de ter seu filho fazendo algo errado em público pode, às vezes, fazer você gritar com ele ou fazer acordos que na verdade você não tem intenção de seguir. O método mágico de disciplina 1-2-3, desenvolvido pelo psicólogo de Chicago Dr. Thomas Phelan, ensina não somente como educar efetivamente, como também a criar seu filho e construir uma sólida relação com ele.

Outras pessoas estão lendo

1-2-3

O método de contagem é uma maneira de conseguir a atenção de seu filho e deixar claro para ele que aquele comportamento é inaceitável. Quando seu filho de 5 anos faz uma malcriação, comece simplesmente dizendo "Um". Não o bata, não fique bravo, não explique porque ele não comerá um biscoito depois do jantar, ou outra coisa que justifique sua atitude disciplinatória. Se ele continuar agindo mal por mais alguns segundos, diga "Dois". Novamente, não entre em conversa com seu filho para explicar nada. Ele já sabe porquê seu comportamento não é aceitável. Se ele continuar com este comportamento, diga "Três. Agora uma pausa".

Tempo de acompanhamento

Contar até três não leva a nada a menos que você traga uma consequência, que é onde a frase "agora uma pausa" entra. Quando você diz essas palavras finais, seu filho faz um intervalo. Phelan recomenda mandá-lo para seu quarto ou sentá-lo em uma cadeira. A criança fica nesse intervalo pela quantidade de minutos equivalente a sua idade (cada ano é um minuto); cada tentativa de escapar adiciona um minuto a mais no intervalo. O intervalo não é uma punição, mas um tempo para a criança se acalmar e recuperar o controle de seu comportamento.

Colocando isso em ação

Você não deve começar a usar o método mágico 1-2-3 um dia, no meio do supermercado, e esperar que seu filho entenda o que você está fazendo e por quê. Colocar esse tipo de disciplina em ação requer um pré-planejamento e conversas com seu filho antes, então ele sabe o que esperar. Explique durante um momento calmo, não no meio de um ataque, como você reagirá diante de um comportamento que ele sabe que é errado e que já foi alertado ou punido no passado. Apenas explique. O novo método não é para debater, ainda que você possa responder as perguntas que seu filho fizer, desde que não sejam manipulativas ou sem sentido e destinadas a distraí-lo do ponto principal, como por exemplo "E se eu fizer isso um milhão de vezes?"

Resultados

Esse método funciona apenas se você cumprir com suas palavras exatamente como você disse que faria, e se ambos os pais trabalharem juntos. No momento em que a criança ver uma falha em sua armadura, você está destinado a fracassar. Porém, se você aplicar esse método consistentemente, verá os resultados. Em uma clínica de saúde mental no Canadá que ensinou essa técnica a pais de crianças que estavam em uma lista de espera por uma avaliação, 90% relataram uma evolução no comportamento depois de três meses. Cerca de 50% não acreditavam mais que seus filhos precisavam de avaliação sobre algum problema mental, de acordo com um artigo de Julho de 2011 publicado no Irishtimes.com.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível