Teorias comportamentais da educação infantil

Escrito por joanna white-oldham | Traduzido por natalia peres
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Teorias comportamentais da educação infantil
A teoria comportamentalista é muito utilizada na educação infantil (Portrait of a styled children. Theme: education.. image by Andrey Kiselev from Fotolia.com)

Comportamentalismo é uma abordagem do conhecimento descoberta por John Watson por volta do século 20. Essa teoria afirma que nosso comportamento é separado do modo como nossa mente opera. Portanto, aprendizagem é adquirida com observação e reforços. A teoria da aprendizagem comportamental também é conhecida como instrução direta. A seguir estão algumas técnicas comportamentais ideais para uso em educação infantil.

Outras pessoas estão lendo

Exercícios

Exercícios são técnicas de ensino que envolvem repetição constante de uma ação desejada. A teoria comportamentalista incentiva a repetição de um comportamento para atuar como reforço desse comportamento. Exercícios são mais comumente utilizados no ensino de tabuada. Exercícios também podem ser usados no ensino de coisas que requerem memorização, como geografia e gramática.

Ensino segmentado

Ensino segmentado é outro exemplo de instrução de teoria comportamentalista. Nesse método, o professor quebra um tópico em lições menores e mais compreensíveis. Cada segmento é construído sobre e conectado a um conjunto. Por exemplo, estudantes que estão aprendendo a ler começam identificando o som das letras individualmente e depois letras juntas, até estarem prontos para ler palavras inteiras.

Modelagem

Modelagem, falando de forma simples, é aprender por imitação. O professor demostra o comportamento que é repetido pelos estudantes. Modelagem é comumente usada no ensino de uma língua ou da escrita para crianças.

Outras técnicas comportamentalistas

A teoria comportamentalista também determina uma rotina de sala de aula extremamente estruturada. Os alunos devem estar familiarizados com essa rotina. Estrutura mantém o foco dos alunos no professor. Essa familiarização cria uma zona de conforto para os alunos, que incentiva conquistas maiores. Além disso, é importante que o instrutor cheque periodicamente com os alunos para determinar o nível de entendimento. Isso proporciona aos alunos uma revisão ou reforço imediato.

Especulações

Críticos da teoria comportamentalista argumentam que esse método deixa pouco espaço para a criatividade e sufoca a imaginação da criança. Eles também sentem que o comportamentalismo só é efetivo quando se tenta abordar um comportamento problemático.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível