Tipos de personalidades narcisistas

Escrito por amanda parish | Traduzido por maria cristina marques
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O transtorno de personalidade narcisista é especialmente complexo e apresenta algumas controvérsias devido à existência de uma variedade de subtipos.

Outras pessoas estão lendo

Fatos

Estima-se que indivíduos que possuem esse distúrbio constituam menos de 1% da população geral e de 2% a 16% da população clínica. Das pessoas diagnosticadas com transtorno de personalidade narcisista, estima-se que 50% a 75% sejam homens.

Tipos

De acordo com a mais recente edição do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-IV-TR), não existem subtipos oficiais para o transtorno de personalidade narcisista. Esse manual é o auxílio de diagnóstico definitivo usado por profissionais de saúde mental nos Estados Unidos.

Apesar de o DSM IV-TR atualmente não reconhecer quaisquer subtipos para esse transtorno, a literatura atual sugere o contrário. No entanto, não existe um consenso entre pesquisadores e clínicos em relação ao número de subtipos ou às características específicas associadas a cada um.

Características

Atualmente, existem nove critérios de diagnóstico de acordo com o DSM IV-TR (sem apresentar subtipos). Eles incluem um sentimento exagerado de auto-importância; a preocupação com uma sensação de sucesso ilimitado; uma crença inabalável de que se é especial e único; requerer admiração desproporcional, mesmo para pequenas realizações; espera de conformidade automática com suas crenças; tirar vantagens dos outros; carecimento de empatia para com os outros; muitas vezes, ciúme em excesso e demonstração de crenças e atitudes egoístas. Desses nove critérios, cinco ou mais precisam estar presentes para que um indivíduo possa ser diagnosticado com o transtorno.

Teorias

Há duas teorias sobre possíveis subtipos de transtorno de personalidade narcisista. Rivas explica essa primeira teoria em uma revisão de literatura de 2001, no Journal of Mental Health Counseling. Nessa revisão, Rivas descobre que existem dois subtipos – evidente e secreta. Uma personalidade narcisista evidente manifesta as mesmas características atualmente aceitas e descritas pelo DSM IV-TR. Um indivíduo com transtorno de personalidade narcisista secreta é descrito como vigilante, dissociativo e vulnerável, além de outras características clássicas do transtorno estabelecidos no DSM IV-TR.

A segunda teoria foi proposta por Shedler em novembro de 2008 no American Journal of Psychiatry. O artigo sugere que há três subtipos de transtorno de personalidade narcisista. Esses três são: grandioso/maligno, frágil e de alto funcionamento/exibicionista. O subtipo grandioso ou maligno é marcado pela arrogância, o desprezo pelos outros e uma crença de que só devem associar-se a pessoas especiais como eles mesmos. A personalidade narcisista frágil apresenta as características típicas associadas à doença, mas também tende a ser desanimado e deprimido. O terceiro subtipo se sente articulado e à vontade em situações sociais, mas ainda exibe a autoestima inflada que representa as pessoas com transtorno de personalidade narcisista.

Considerações

O DSM IV-TR é o guia oficial para diagnosticar doenças mentais nos Estados Unidos e também é utilizado em outros lugares do mundo. Embora possa haver evidências da presença de subtipos de transtorno de personalidade narcisista, até que o DSM IV-TR seja atualizado para incluir os subtipos propostos, eles não podem ser diagnosticados oficialmente. O DSM V está agendado para lançamento pela Associação Psiquiátrica Americana em Maio de 2012.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível