Como tratar TDAH sem medicamentos

Escrito por linda woolhether | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como tratar TDAH sem medicamentos
Frutas cítricas e alimentos ricos em ferro devem fazer parte de uma dieta saudável (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

O Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é uma desordem do desenvolvimento e comportamento que afeta tanto crianças como adultos e não tem cura. Caracteriza-se pela incapacidade de se focar em tarefas, dar atenção e seguir instruções simples. Pode também causar problemas comportamentais. Segundo o National Institute of Mental Health americano, o TDAH afeta de 3 a 5% das crianças em idade escolar. Tipicamente a medicação é usada para tratar os sintomas, mas há alternativas que podem ser exploradas que podem fornecer uma série de opções viáveis.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

    Dieta

  1. 1

    Tente alimentos integrais orgânicos em vez dos refinados e processados. Os alimentos orgânicos oferecem uma deliciosa variedade de alimentos que não contêm pesticidas, aditivos ou toxinas. Esses aditivos indesejáveis podem comprometer o foco e a concentração e aumentar a hiperatividade em crianças. Evite cereais em caixas, pães processados, sobremesas embaladas, refrigerantes e fast-foods congelados. Considere a Dieta Feingold que elimina alimentos que contêm conservantes e cores artificiais.

  2. 2

    Elimine da dieta peixes com alto teor de mercúrio, como frutos do mar, pois isto já demonstrou dificultar a capacidade de pensar e se concentrar. Como muitas crianças com TDAH são sensíveis ao glúten, os produtos que o contêm devem ser eliminados. Estes são: trigo, cevada e centeio. Aumente o consumo de frutas, vegetais, nozes e outros lanches saudáveis. Consuma muita proteína, especialmente de manhã. Inclua carne extra em sanduíches, saladas no almoço e no jantar. Evite alimentos fritos e chocolate.

  3. 3

    Considere a adição de suplementos alimentares que demonstraram aumentar a função cerebral. Os mais eficazes são: ácido lipoico Alfa, Coenzima Q-10, Ginkgo Biloba, Fosfatidilserina e N-acetilcisteína.

  4. 4

    Acrescente um bom multivitamínico, um comprimido de Ômega-3 ou suplemento de óleo de peixe, e incentive hábitos alimentares saudáveis. Vitaminas do complexo B podem ajudar no caso de nervos estressados. Estas podem ser encontradas em vegetais folhosos verdes, levedo de cerveja e arroz marrom. Frutas cítricas e alimentos ricos em ferro devem fazer parte de uma dieta saudável. Evite açúcar e carboidratos refinados.

  5. 5

    Experimente usar fitoterápicos naturais. Muitas ervas e extratos botânicos podem ser benéficos na redução da agitação e excessiva excitabilidade. Tuberculinum é um remédio homeopático que pode ajudar a aliviar a irritabilidade, comportamentos destrutivos e sensações gerais de descontentamento.

Dicas & Advertências

  • São os pais que deverão tomar a decisão final sobre dar ou não a uma criança os medicamentos tradicionais para TDAH. Sempre consulte o médico de seu filho antes de começar um novo tratamento ou regime alternativo.
  • Remédios homeopáticos só devem ser adquiridos de um fabricante confiável e serem preparados de maneira adequada observando estritamente as instruções, segundo a Farmacopeia Homeopática. Os remédios homeopáticos não foram testados ou aprovados pela Food and Drug Administration (FDA).

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível