As vantagens do poliestireno

Escrito por natalie andrews | Traduzido por allisson ester de paiva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
As vantagens do poliestireno
O isopor é um poliestireno que pessoas geralmente usam em embalagens (Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images)

Poliestireno, também conhecido como isopor, é um polímero derivado de um subproduto do petróleo, o estireno. Rígido e incolor em sua forma sólida pura, este termoplástico é geralmente aerado e extrudado, ou moldado, para criar embalagens, contêineres, e vários outros produtos. Apesar de sua má reputação por sua não biodegradabilidade, o poliestireno oferece várias vantagens, garantindo seu amplo uso até que uma melhor alternativa seja desenvolvida.

Outras pessoas estão lendo

Excelentes características físicas

Em suas diferentes formas, o poliestireno possui características físicas que o fazem apropriado para várias aplicações. Como um homopolímero chamado poliestireno cristal, sua arquitetura molecular lhe confere claridade quase que perfeita, alta tração e força de flexão, além de resistência moderada a impacto. Mostra ainda alta resistência a contração, mantendo sua força e forma por longos períodos de tempo. Espuma de poliestireno, por outro lado, possui propriedades de isolamento excepcionais, resistência natural a choque e água, e alta proporção força-peso. Finalmente, sua ampla possibilidade de derretimento faz do poliestireno particularmente fácil de ser termo-modelado em vários produtos úteis.

Versatilidade

As aplicações deste material variam de utensílios para cozinha e equipamentos médicos a materiais para construção e explosivos. Ele é facilmente moldado em várias formas, podendo ser transparente ou colorido, e pode ser combinado com outras resinas e polímeros para o alcance de outras propriedades físicas desejadas. Suas várias aplicações incluem construção, teto, isolamento de tubulações, pintura, texturas, armazenamento de alimentos e bebidas, expositores para eletrodomésticos, embalagens, equipamento de laboratório, e muitos outros.

Reciclável e minimiza o lixo

Talvez o maior argumento contra o poliestireno seja sua não biodegradabilidade, levando ao receio no que concerne ao esgotamento da capacidade dos lixões em poucos anos. Entretanto, ele pode ser reciclado e remodelado infinitamente, mesmo após anos de uso. Outro ponto é que a maioria de seus produtos nos lixões consistem de embalagens de isopor, que é 5% poliestireno e 95% ar. Quando comprimido, o poliestireno representa 1% do peso sólido de dejetos nos aterros.

Custo efetivo

Já que os fabricantes podem economizar em matéria prima bruta, o custo de poliestireno reciclado é mantido dentro do razoável. Baixos custos de produção se traduzem em preços de atacado baixos, como visto na indústria alimentícia, onde o isopor se sobressai sobre todos os outros produtos reusáveis e descartáveis disponíveis. Descartáveis de poliestireno são de duas a três vezes mais baratos que contêineres de papel, e até cinco vezes mais baratos que contêineres reutilizáveis quando custos com mão de obra, equipamento e utilidade são incluídos. Embalagens do material também se sobressaem sobre outras alternativas, agindo como proteção "tudo-em-um" contra calor, umidade e impacto, enquanto, ao mesmo tempo, mantém mínimos os preços de transporte, graças ao seu pouco peso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível