Como perceber se o bacalhau está ruim

••• Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images

O bacalhau das águas frias do Atlântico Norte foi um dos alimentos principais da Europa por vários séculos. Salgado e seco nas costas de Terra Nova ou Noruega, o bacalhau era negociado em toda a Europa no comércio de mercadorias, incluindo sal para a pescaria do próximo ano. Embora o bacalhau infelizmente seja menos consumido hoje do que nos anos anteriores, ele continua a ser um alimento popular em muitas partes do mundo. O peixe fortemente salgado resiste à deterioração, mas ainda exige um pouco de inspeção antes de ser cozido.

Passo 1

Examine o bacalhau para verificar sinais de que ele tem tenha entrado em contato com umidade. O bacalhau dura vários anos se armazenado corretamente, mas a umidade torna-o vulnerável à deterioração e fermentação. Qualquer área macia ou manchada, ou qualquer descoloração, geralmente indicam danos da umidade.

Passo 2

Verifique a cor do bacalhau. O bacalhau curado corretamente deve permanecer branco ou marfim na cor, mesmo após o armazenamento a longo prazo. Se o bacalhau desenvolveu um matiz amarelo ou vermelho, tornou-se oxidado ou foi afetado por microrganismos. Bacalhau descolorido deve ser descartado.

Passo 3

Cheire o bacalhau. O bacalhau devidamente curado terá um forte cheiro de peixe e salmoura, mas o cheiro não é desagradável. Qualquer cheiro mofado, fermentado ou de vinagre indica deterioração e os peixes devem ser descartados.

Passo 4

Mergulhe o bacalhau durante a noite em água fria, para começar a sua re-hidratação. Escorra a água e mais uma vez verifique pontos macios ou descoloridos e aromas desagradáveis. Se nenhum sinal de deterioração for detectado no peixe seco ou encharcado, ele deve estar seguro para uso.

Mais recentes

×