Mais
×

10 dicas para não pagar mico na academia

Getty Images

Introdução

Uma pesquisa realizada em 2013 pela Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônica) revelou um crescimento de 11% no número de pessoas que praticam atividade física durante o tempo livre se comparado com os dados de 2009. Esse aumento reflete uma tendência contemporânea de maior preocupação com o corpo e a saúde. Muitas pessoas que antes não frequentavam a academia hoje se tornaram adeptos e praticam treinos diariamente. Tal hábito é muito positivo, mas para os novatos, a probabilidade de pagar um mico é muito grande e sempre presente. É bom ficar atento para não cair em nenhuma das situações a seguir.

Jupiterimages/Stockbyte/Getty Images

Cair da esteira rolante

Além de muito constrangedor, cair da esteira é mais comum do que se imagina. Se você estiver nesse aparelho e perder por um instante o foco do exercício, pode se esborrachar no chão. Para isso não acontecer, esteja sempre concentrado na caminhada ou corrida e, a qualquer movimento instável, use as barras laterais do equipamento para se segurar. Porém não é recomendável fazer exercício na esteira apoiando na barra, pois é possível até machucar os punhos, que recebem parte do impacto. Use as laterais inferiores da esteira para apoiar os pés quando for necessário interromper a atividade.

István Csák/iStock/Getty Images

Exagerar na carga

Quem vai para a academia na maioria das vezes quer secar gordurinhas e ficar musculoso, mas alguns não conhecem os próprios limites e acabam exagerando na hora de escolher o peso dos exercícios. É um grande mico não ter força e resistência suficiente para conseguir terminar a série ou derrubar o objeto. O aumento de peso deve ser feito gradativamente e não de uma hora para outra. Converse com o instrutor e teste a carga recomendada para você. Não tenha vergonha, esse é o papel dele e você não tem nenhuma obrigação de entender do assunto.

mocker_bat/iStock/Getty Images

Maquiagem não!

Algumas mulheres se maquiam para ir para a academia. Mas isso não faz o menor sentido, pois normalmente quando se pratica exercício o corpo libera suor. Essa prática também pode prejudicar a saúde da pele, afinal a maquiagem impede a respiração da cútis. Além disso, se o intuito é ficar bonita, não é esse o resultado quando se mistura suor com maquiagem. Imagine a mulher toda suada indo se secar e deixar a toalha manchada com base e pó? Um tremendo mico! Por isso, deixe de lado a maquiagem para ir para a academia. No máximo, recorra a um gloss caso precise dar uma cor para o rosto.

Chris Clinton/Photodisc/Getty Images

Chavecar

É comum rolar azaração na academia. Porém, deixe para fazer amigos ou paquerar antes ou depois do treino. Durante os exercícios, as pessoas estão suadas e, dependendo da situação, em poses estranhas. Por isso, não fique chavecando, é um tremendo mico! Além disso, não é recomendável conversar durante a prática das atividades, pois isso pode atrapalhar o treino. Por mais que a conversa ocorra no intervalo entre uma série e outra, existe um tempo recomendável para descanso.

Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images

Conversar no equipamento

Algumas pessoas têm preguiça de frequentar a academia, por isso procuram ir acompanhadas de um amigo para dar apoio quando bate o desânimo. O problema é quando os amigos resolvem conversar no meio do treino, permanecendo no equipamento mesmo sem usá-lo. Além de gozar de um intervalo de descanso maior que o necessário, quem faz isso impede que outras pessoas realizem seu treino no tempo estipulado, o que pode gerar grande incômodo. Conversar em cima do aparelho é sinônimo de mico. Evite!

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Espelho, espelho meu

Durante o exercício físico, é recomendável olhar no espelho para verificar a postura e se o movimento está sendo feito corretamente. Porém, algumas pessoas exageram na dose ao apreciar o próprio corpo na academia. É notável quando alguém tem essa atitude narcisista, o que pode gerar comentários negativos. Comece a reparar se você não é um desses que gostam de ficar fazendo caras e bocas no espelho e se policie para não fazer mais isso. Caso queira conferir o seu corpo no espelho, faça isso em casa, assim você evita ser alvo de chacota.

Photodisc/Photodisc/Getty Images

Roupas pequenas e curtas

Algumas mulheres gostam de usar tops e shortinhos para praticar exercícios físicos. Se o intuito é chamar a atenção, esse é o caminho. Mas cuidado, porque é muito difícil não parecer vulgar nessas roupas. Além de ser desconfortáveis para realizar determinados movimentos, podem mostrar além do necessário. Afinal, ao usar um short muito curto, dependendo do exercício alguma parte do corpo pode aparecer de forma indevida. O mesmo acontece com tops muito decotados em uma aula de step, spinning ou em um treino de corrida.

Chris Clinton/Photodisc/Getty Images

Esquecer o desodorante

Academia é o lugar em que suar é comum e altamente incentivado. Por isso, estar protegido contra o mau cheiro é extremamente recomendável. Quem esquece o desodorante se destaca negativamente. Na academia, as pessoas ficam muito próximas umas das outras, por isso o odor é facilmente detectado por quem está mais perto. É sempre bom reforçar o desodorante antes do treino, principalmente quem vai para a academia direto do trabalho. Mesmo que você planeje um treino leve, em que não vai suar muito, é sempre bom garantir que a sua transpiração não será motivo de incômodo para os outros usuários da academia.

John Foxx/Stockbyte/Getty Images

Não prender o cabelo

Quem tem cabelos longos sabe que fazer atividade física sem prendê-los é um tremendo incômodo. Os fios começam a grudar no corpo quando entram em contato com o suor, tirando o foco dos exercícios. Imagina fazer aula de step sem prender o cabelo? Ele vai ficar caindo no olho, balançando muito e tirando a concentração do exercício. Por isso, sempre carregue um prendedor na bolsa ou mochila, ou faça um coque bem preso para o cabelo não atrapalhar seu treino.

John Foxx/Stockbyte/Getty Images

Usar joias e bijuterias grandes

O uso de joias e bijuterias no treino deve ser evitado, pois durante os exercícios os acessórios podem acidentalmente arranhar a pele e chegar até a criar um hematoma. Eles também prejudicam a segurança, pois podem ficar presos no aparelho. Se você não quiser perder a feminilidade e insistir no uso de joias e bijuterias, opte por brincos bem pequenos e anéis simples e lisos, mas nada de pulseiras e colares, pois são totalmente dispensáveis.