Os efeitos dos tubarões de coral em corais

Escrito por maria kielmas Google | Traduzido por leonardo de azevedo prado
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os efeitos dos tubarões de coral em corais
Os tubarões mantêm o equilíbrio nos sistemas de corais (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Os tubarões de coral são uma espécie de tubarão que preferem as águas rasas, vivendo sobre às bases de recifes. Além disso, são capazes de adaptar-se à água doce e a ambientes de água salobre. Os tubarões de coral cinzas podem crescer até 2,5 m de comprimento, além de atingirem 33 kg e viverem por até 25 anos. Eles têm vivido no planeta Terra por 400 milhões de anos, tendo surgido 100 milhões de anos antes dos dinossauros.

Os recifes são redes e seções de carbonato de cálcio existentes em águas rasas. São populados por pólipos e outros animais marinhos de água doce. A água em torno dos corais possuem poucos nutrientes, mas essas estruturas servem de abrigo para vários tipos de criaturas marinhas, incluindo peixes, crustáceos, minhocas e moluscos.

Outras pessoas estão lendo

Superpredadores

Os tubarões são os maiores predadores, ou superpredadores, existentes no oceano. Eles se alimentam de peixes e animais inferiores a eles na cadeia alimentar, ajudando a manter o equilíbrio do ecossistema. O homem é o único predador dos tubarões.

Ecossistema dos corais

Os peixes grandes, como os tubarões, caracterizam metade da biomassa existente no ecossistema dos corais. As plantas marinhas estão na camada mais baixa do sistema, mas produzem energia através da fotossíntese e fornecem comida para os peixes herbívoros, que servem de alimento para outros peixes carnívoros e onívoros. Os crustáceos necrófagos, como o caranguejo, as lagostas e os bivalves, limpam os restos.

Distribuição da espécie

Os tubarões regulam a variedade e a abundância das espécies abaixo deles. Através da intimidação, eles controlam a distribuição espacial das presas existentes no sistema de corais. O medo dos predadores leva as presas a mudarem seu crescimento e reprodução, aumentando a produtividade do ecossistema e a dinâmica populacional das presas, pois os tubarões alternam presas quando a população da sua presa atual é reduzida.

Saúde do habitat

Os tubarões visam os membros doentes e fracos existentes na população de sua presa. Eles caçam no chão do oceano procurando por carcaças, prevenindo a propagação de doenças entre suas presas, além de fortalecer os genes dos animais dos quais se alimentam.

Cascata trófica

A remoção de tubarões como superpredadores cascateia através do ecossistema, resultando em seu colapso, um fenômeno chamado de cascata trófica. A população de arraias e tubarões menores cresceu na costa leste dos Estados Unidos após a remoção dos tubarões. Por outro lado, as arraias acabaram com as populações de vieiras, deteriorando a qualidade da água, pois as vieiras e outros mariscos ajudam a filtrar a água do mar.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível