Como escrever um romance juvenil

Escrito por ehow contributor | Traduzido por henry alfred bugalho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como escrever um romance juvenil
Escreva um romance juvenil

Um romance juvenil é um romance igual ao adulto mas com personagens adolescentes. Muito do processo de escrita é o mesmo e os leitores geralmente leem tanto ficção juvenil quanto adulta. Autores de romances juvenis detalham as vidas delicadas, estranhas e interessantes de jovens durante a transição para a idade adulta.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

    Plano

  1. 1

    Leia livros juvenis e dê uma folheada em revistas para adolescentes. Vá até a biblioteca ou livraria, veja quais são os livros populares atualmente e analise-os para ver o que os adolescentes procuram em um romance. Isso o ajudará a decidir quais enredos e temas já se esgotaram e dará uma visão de quais são as tendências atuais.

  2. 2

    Escolha uma faixa etária para delimitar seu romance e use temas aceitáveis para essa idade. Livros juvenis são direcionados tipicamente para as idades de 12 a 18, apesar de muitos leitores mais jovens e mais velhos também gostarem. Leitores juvenis mais velhos podem gostar ou até preferir protagonistas resolvendo assuntos controversos como introspecção e grandes questões, enquanto leitores mais novos preferem protagonistas que veem os amigos ou a família passarem por esses grandes problemas.

  3. 3

    Escolha um gênero como você faria para um livro adulto. Gêneros de romances juvenis abordam assuntos como ficção geral, fantasia, ficção científica, animais, escola, famílias, mistério, não-ficção e autobiografia.

  4. 4

    Pense em um enredo ou em um grupo de personagens para sua estória antes de começar a escrevê-la. Mantenha um diário ou caderno perto de si para escrever quaisquer pensamentos interessantes. Lembre-se de momentos de seus próprios anos de adolescência ou peça a amigos para recordarem-se de seus momentos mais estranhos.

  5. 5

    Crie um esboço geral da sua estória, incluindo personagens, enredos, pontos de vista, temas e lições a serem aprendidas. Personagens em uma estória juvenil tendem a experimentar a vida de um modo dramático e crescerem psicologicamente através da estória.

    Escreva

  1. 1

    Comece a escrever. O começo de qualquer livro é difícil de escrever, mas extremamente importante. Adolescentes geralmente passam por uma livraria ou biblioteca e leem as primeiras páginas de um livro para decidirem se prosseguirão na leitura. O começo deve apresentar os personagens e começar a falar sobre o enredo ou o tema da estória.

  2. 2

    Continue escrevendo. O corpo da estória deve se concentrar nos desafios com os quais os personagens se deparam e as escolhas que fazem. Um romance juvenil típico tem entre 40.000 e 75.000 palavras. O meio da estória é onde a maior parte das experiências do personagem ocorre, onde ele começa a questionar seu papel na vida ou confronta-se com importância dos relacionamentos. Frequentemente, uma tragédia ocorreu no começo e o personagem tem de lidar com as consequências.

  3. 3

    Crie um clímax. Todas as coisas que os personagens têm enfrentado finalmente chegarão a um ponto crítico e uma decisão pode mudar tudo. O clímax geralmente ocorre pouco antes do desfecho -- tudo que ocorreu no começo e no meio conduz a esse momento de verdade e resolução.

  4. 4

    Acabe o livro. Seja cuidadoso para não arrastar demais a estória depois do clímax. Romances juvenis nem sempre terminam com final feliz, mas a maioria dos temas escondidos requer algum tipo de resolução ou compreensão. Personagens encontrarão seu caminho e sentirão como se houvessem se tornado parte de seus mundos. Lições não são tão necessárias quanto um tipo de transformação psicológica e emocional.

Dicas & Advertências

  • Use personagens que sejam adolescentes ou estudantes universitários. Se você decidir usar um outro grupo etário ou animais como protagonistas, certifique-se de que o tom da escrita e o assunto se encaixem ao público.
  • Use suas histórias pessoais. Você não precisa ser um especialista em adolescentes se puder se lembrar de que já foi um. Livros juvenis estão cheios de versões semelhantes, ainda que pessoais, do que é crescer.
  • Tente diferentes tempos e perspectivas de ponto de vista para seu romance juvenil para ver o que funcionará melhor. A maioria usa a primeira ou a terceira pessoa, mas uma variação pode deixar sua estória interessante.
  • Não fique desanimado se sua primeira versão não ficar do jeito que você planejou. Você talvez tenha de fazer várias edições antes de ficar completamente satisfeito com seu original.
  • Evite clichês e estereótipos ao escrever. Os leitores querem enredos e que os personagens sejam multidimensionais e reais. Extraia os diálogos, as tramas e os personagens da vida real.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível