Exemplos modernos de propaganda

Escrito por jagg xaxx | Traduzido por cleuzeni torres
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Exemplos modernos de propaganda
O que é a propaganda? Depende para quem você pergunta (Angry girl holding a canvas image by Domen Colja from Fotolia.com)

Propaganda é um termo que pode ser usado inapropriadamente para se referir unicamente às técnicas de comunicação de um indivíduo ou organização. Mais objetivamente, a propaganda é qualquer forma de comunicação que, intencionalmente, tenta distorcer a natureza de um problema para representar um ponto de vista único. De certo modo, quase qualquer forma de comunicação pode ser classificada como propaganda.

Outras pessoas estão lendo

Política

O primeiro meio de comunicação que vem à mente quando a palavra "propaganda" é mencionada na política é a propaganda eleitoral. Especialmente durante as campanhas eleitorais, candidatos e partidos se esforçam para se retratar como os detentores da verdade; expondo seus adversários como equivocados e inaptos na melhor das hipóteses e como propagandistas enganadores na pior delas. Um exemplo famoso dessa propaganda é a aliança do candidato presidencial Michael Dukakis com o estuprador e assassino Willie Horton, durante a corrida presidencial de 1988, nos EUA. George H. W. Bush, o oponente de Dukakis, enfatizou que este era conivente ao crime.

Publicidade

O objetivo nominal de publicidade é informar o público sobre os produtos e serviços disponíveis. Porém, na realidade, a publicidade é uma indústria vasta, complexa e multibilionária que usa métodos sofisticados de propaganda para incentivar o consumo. Quando um anúncio retrata apenas um aspecto de um problema, as linhas entre publicidade e a propaganda começam a se confundir. Por exemplo, a indústria automobilística utiliza a propaganda para associar carros caros a poder e liberdade, enquanto a indústria da moda encoraja as mulheres a buscar a aceitação por meio da beleza física. Um dos ramos da propaganda mais chocantes é o do tabaco, que foi proibida de ter propagandas televisivas desde 1969, mas continua a retratar jovens saudáveis ​​e atraentes fumando cigarros nas revistas.

Saúde

Os governos têm interesse em manter suas populações saudáveis ​​e, frequentemente, montam campanhas educativas para tentar mudar o comportamento do público. A propaganda envolvida nesses esforços, geralmente persegue objetivos sociais que a maioria das pessoas concorda que são positivos, como as campanhas contra o tabagismo, campanhas de controle da obesidade, a favor da alimentação saudável e exercício físico. As campanhas publicitárias governamentais mais polêmicas incluem a "Guerra às Drogas", em que anúncios fazem afirmações controversas a respeito do impacto das drogas. Ambos os anúncios de saúde a favor e contra às drogas incorporam inúmeras técnicas de propaganda, incluindo a simplificação de assuntos complexos e mensagens que apelam para o emocional.

Nacionalismo

O governo requer a cooperação e apoio de uma ampla gama de seus cidadãos a fim de continuar funcionando. Esse suporte é mantido através do uso de mensagens propagandísticas que retratam uma nação superior às outras. A propaganda pode ser extremamente óbvia, como no caso em que tanto Eixo e quanto os Aliados retrataram seus inimigos durante a Segunda Guerra Mundial, com colocações racistas e xenofóbicas. A propaganda nacionalista geralmente é mais sutil do que isso, procurando incentivar a população a se identificar mais com seu próprio país do que com os outros.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível