Como funciona a dieta do programa "Quem perde, ganha"?

Escrito por jacqueline thomas | Traduzido por andré schwarz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como funciona a dieta do programa "Quem perde, ganha"?
Não basta comer menos, é necessário também praticar exercícios físicos (Mike Baird, Flickr)

Outras pessoas estão lendo

Aspectos gerais

A dieta em análise é incrivelmente popular e foi criada pelos mentores do reality show "Quem perde, ganha", transmitido no Brasil pelo SBT. Trata-se de uma competição entre obesos que tentam retomar o controle sobre seus pesos e que, para tal, submetem-se a um programa radical de exercícios físicos e dietas corretivas. Eles podem perder vários quilos ao longo dos meses, e, por causa dos resultados garantidos e de métodos bem fundamentados, essa dieta é recomendada por vários nutricionistas profissionais, que a consideram bastante sólida.

Elementos da dieta

Os competidores ingerem quantidades extremamente limitadas de calorias por durante 12 semanas. A restrição leva em conta a massa corporal e poderá mudar com o tempo. Para calcular a quantidade apropriada, o competidor deverá multiplicar seu peso por 15,5 e obter, assim, a quantidade permitida de calorias a ser ingerida. Se o competidor pesar 91 kg, por exemplo, poderá ingerir 1.400 calorias diariamente. Conforme seu peso for diminuindo, a quantidade ingerida também deverá diminuir.

Essa dieta é também inspirada no princípio conhecido como "4-3-2-1". Em outras palavras, ao competidor só são permitidas, diariamente, 4 porções de frutas e vegetais, 3 de proteína, 2 de grãos integrais e 1 de outros itens, como açúcar e álcool. Caso o competidor sinta fome, poderá servir-se de uma porção extra de frutas e verduras. Objetiva-se, assim, comer a cada 2 ou 3 horas e manter um nível de açúcar no sangue constante para controlar o apetite. Mais detalhadamente, pode-se dizer que a dieta é composta por 45% de carboidratos, 30% de proteínas e 25% de gorduras.

Os competidores obtêm êxito planejando cada refeição: a eles é fornecido um livro de receitas com planos especiais baseados nos diversos volumes diários de calorias permitidos. A eles cabe, também, ingerir alimentos simples e no estado mais natural possível -- os alimentos integrais, que são geralmente frutas, vegetais e carnes.

O exercício é fundamental para qualquer dieta. Todos os dias, durante uma hora, os competidores fazem exercícios aeróbicos, que, além de acelerarem o coração, fazem-no funcionar melhor. Eles fazem também exercícios de força, como levantamento de pesos, três vezes por semana, durante uma hora.

Como essa dieta funciona?

Toda dieta que combina exercícios físicos com uma diminuição do consumo de calorias resultará em perda de peso, e ela reforça ainda mais essa combinação ao introduzir uma abordagem saudável da alimentação. A quantidade e a importância dos alimentos são avaliados por meio da regra "4-3-2-1" e alimentos integrais, ricos em fibras e capazes de prover satisfação alimentar, são primordiais e recebem ênfase, o que faz os competidores comerem menos. São também utilizados suplementos proteicos para perda de peso e fortifica-se, assim, o corpo. Essa alimentação diminui o colesterol ruim e contribui para que se diminua a pressão sanguínea.

Há também uma elevada taxa de sucesso a longo prazo. Diferentemente das dietas mais conhecidas, esta envolve um programa de manutenção do peso, que envolve o consumo de 22 a 27 calorias por quilo. Assim, por exemplo, a uma pessoa de 70 kg é permitido consumir de entre 1.500 e 1.800 calorias por dia e, juntamente de uma hora diária de exercícios físicos, os resultados serão mantidos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível