Como lidar com o processo de voltar a morar na casa dos pais

Escrito por katie jacobson | Traduzido por andressa v. da nobrega
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como lidar com o processo de voltar a morar na casa dos pais
Mudar-se para a casa dos familiares depois de adulto pode ser um teste de paciência para todo mundo (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Épocas de dificuldades econômicas fazem com que vários adultos jovens tenham que se mudar novamente para a casa dos pais após um tempo morando sozinhos. Se você acabou de se formar e está em busca de um emprego, ou acabou de ser demitido, mudar-se para a casa dos pais pode ser uma maneira de economizar o dinheiro do aluguel até que você possa se manter sozinho novamente. Também pode ser desafiador à medida que você tenta manter sua independência enquanto seus pais tentam controlar seu filho adulto, que está novamente morando sob o teto deles.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Estabeleça regras básicas. O filho vai pagar aluguel? Em caso afirmativo, quanto? Decidam juntos as regras sobre a procura por um emprego, visitantes em casa, tarefas domésticas e saídas à noite. Sejam específicos. Cada lado deve estar disposto a ceder um pouco. O jovem adulto deve ajudar nas tarefas domésticas e estar ativamente procurando por um emprego. Por sua vez, seus pais devem aceitar que não podem controlar de maneira estrita a vida social de seu filho como faziam quando ele era adolescente.

  2. 2

    Façam um contrato. Escreva as regras decididas entre vocês e peça para todas as pessoas da casa assinarem. Se surgirem conflitos, recorram ao contrato para decidir como proceder.

  3. 3

    A privacidade de cada morador da casa deve ser respeitada. Lembre-se de que essa situação é difícil para todos: para o filho adulto que precisa renunciar à sua recém-conquistada independência; e para os pais, de cuja vida diária o filho voltou a fazer parte de novo e subitamente. Certifique-se de que cada membro da família tenha um espaço apenas para si, como seu quarto. Se os membros da família têm um espaço só seu em que podem "respirar", haverá menos discussões.

  4. 4

    Crie rotinas e siga-as. Se todos sabem que o jantar é servido às 19h, será mais fácil comunicar com antecedência se você estará em casa a tempo.

  5. 5

    Os pais podem decidir uma data limite para o filho permanecer na casa deles. Eles podem empregar essa tática se sentem que o filho não está ajudando o suficiente em casa ou não está se esforçando realmente para encontrar um emprego. Seja realista, e refira-se a seu contrato para determinar o que precisa ser mudado e como.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível