Tipos de pais e sua influência no desenvolvimento das crianças nos primeiros anos e por toda a infância

Escrito por stacy zogheib | Traduzido por pina bastos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tipos de pais e sua influência no desenvolvimento das crianças nos primeiros anos e por toda a infância
Os nenéns respondem bem a pais confiáveis (Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images)

Os estilos básicos de pais são definidos pelos seus níveis de controle sobre os filhos e sua receptividade. Os pais podem ter nível alto ou baixo de controle e nível alto ou baixo de receptividade. Evidentemente, nenhum pai age da mesma maneira em toda situação e esses estilos de pais não são feitos de regras rígidas e permanentes. No entanto, bebês e crianças tendem a desenvolver traços específicos de personalidade baseados na maneira como os pais agem.

Outras pessoas estão lendo

Autoritários

Os pais que praticam um estilo autoritário têm alto controle, mas baixa receptividade. Eles geralmente são muito austeros e têm altas expectativas em relação ao comportamento dos filhos. Esses tipos de pais valorizam a obediência e a disciplina e às vezes usam punições quando os filhos não fazem o que é esperado. Eles tendem a criar filhos obedientes e bons estudantes. No entanto, os filhos de pais autoritários tendem a ser ansiosos, infelizes e retraídos, mesmo durante a infância, já que têm muito pouca voz sobre o que querem que aconteça em suas vidas.

Permissivos

As pessoas que praticam a paternidade ou maternidade permissiva ou indulgente têm baixo controle e alta receptividade. Eles permitem que os filhos se auto direcionem e façam suas próprias escolhas ainda bem pequenos. Eles estabelecem muito poucos limites para os filhos e em geral não lhes dão responsabilidade alguma com as tarefas domésticas. Esses pais acreditam que estão encorajando os filhos a serem livres-pensadores e que eles serão capazes de tomar as próprias decisões. Os filhos de pais permissivos frequentemente são rebeldes, desobedientes e facilmente desencorajados. Além disso, dão mostras de comportamentos indesejáveis, como explosões de raiva e desrespeito por figuras de autoridade.

Confiáveis

Pais confiáveis são também conhecidos como equilibrados. Esses pais praticam tanto alto controle quanto alta receptividade. Esse é um estilo de paternidade e maternidade que tenta combinar os melhores aspectos dos estilos autoritário e permissivo. Os pais confiáveis entendem que os filhos precisam tanto de disciplina quanto de escolhas. Para os pequeninos, isso pode significar escolher roupas para o dia ou escolher entre duas opções de lanches. Esses pais em geral têm filhos que são confiantes e felizes porque compreendem os limites em suas vidas e sabem que são amados pelo que são.

Não envolvidos

Pais não envolvidos ou negligentes envolvem baixos níveis de receptividade e baixos níveis de controle. É exatamente como parece. Esses são pais que não estabelecem regras ou limites com os filhos e tampouco se envolvem em suas vidas. Em situações extremas, pais não envolvidos beiram a negligência total, quando as necessidades físicas ou emocionais de uma criança não são satisfeitas. Esses pais não participam de coisa alguma com os filhos nem levam suas necessidades em consideração. Os filhos de pais não envolvidos tendem a ser impulsivos e antissociais, já que não sabem como ter suas vontades atendidas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível