Como tratar um acidente vascular cerebral em um cão

Escrito por ehow contributor | Traduzido por sandy ferreira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como tratar um acidente vascular cerebral em um cão
Como tratar um acidente vascular cerebral em um cão (Dean Golja/Photodisc/Getty Images)

Se o seu cão teve um acidente vascular cerebral, podem haver dúvidas sobre o que isso significa para ele e como tratá-lo. Muito raro, o AVC canino pode acontecer por duas razões: quando o sangue pára de fluir para o cérebro (acidente vascular cerebral isquêmico) ou quando há um sangramento no cérebro (acidente vascular cerebral hemorrágico). Não existe tratamento para os danos do AVC canino. O tratamento envolve diagnosticar e tratar a causa.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Tenha certeza de que seu cão está recebendo a atenção dos assistentes do veterinário e de você ao voltar para a casa. Ele precisa de muito descanso, ajuda para movimentar-se, comer, beber e muito amor e incentivo. Cães geralmente se recuperam de acidentes vasculares cerebrais dentro de semanas

    Como tratar um acidente vascular cerebral em um cão
    O cão que sofreu um AVC precisa de muito descanso, amor e incentivo, além de ajuda para se mover, comer e beber (Comstock/Stockbyte/Getty Images)
  2. 2

    Identifique o tipo de acidente vascular cerebral, isquêmico ou hemorrágico, através de uma tomografia computadorizada ou ressonância magnética. Diferentes doenças e distúrbios causam um dos tipos de AVC.

    Como tratar um acidente vascular cerebral em um cão
    Descubra se o AVC foi hemorrágico ou isquêmico (Chris Amaral/Digital Vision/Getty Images)
  3. 3

    Teste para a doença cardíaca, doença hepática, diabetes ou doença de Cushing se o seu cão sofreu um acidente vascular cerebral isquêmico. Outras causas incluem a hipertensão e ou glândulas da tireoide sub ou sobre ativas.

    Como tratar um acidente vascular cerebral em um cão
    Doenças cardíacas, hepáticas, diabetes, de Cushing, hipertensão ou tireoide causam AVC isquêmico (Goodshoot/Goodshoot/Getty Images)
  4. 4

    Procure por traumatismo craniano, tumores cerebrais, vermes pulmonares, ingestão de veneno para roedores ou certas doenças que causam acidentes vasculares cerebrais hemorrágicos.

    Como tratar um acidente vascular cerebral em um cão
    Traumatismo craniano, tumores cerebrais, vermes pulmonares, ingestão de veneno e outras doenças causam o AVC hemorrágico (Creatas/Creatas/Getty Images)
  5. 5

    Obtenha um diagnóstico do seu veterinário sobre a causa do AVC. Em seguida, continue com todo o tratamento necessário para a causa subjacente.

    Como tratar um acidente vascular cerebral em um cão
    Obtenha um diagnóstico do seu veterinário sobre a causa do AVC (Goodshoot/Goodshoot/Getty Images)

Dicas & Advertências

  • AVCs caninos geralmente não são tão debilitantes como acidentes vasculares cerebrais em humanos.
  • As mudanças no comportamento do seu cão resultantes do AVC raramente serão revertidas.
  • Recuperação física e mental depende da extensão do dano e da causa.
  • AVCs caninos reaparecem, então preste atenção nos sintomas.
  • Evite exercitar muito o seu cão, depois do AVC. Faça caminhadas até que ele se sinta melhor e se mova mais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível