Como a ureia se desnatura?

Escrito por vee enne | Traduzido por luiz neves
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A ureia é um composto altamente ativo em uma variedade de processos biológicos no corpo humano e em outros mamíferos e organismos. Ele controla a eliminação do excesso de nitrogênio no corpo humano e age como um agente de desnaturação de proteínas. A ureia pertence à classe de compostos conhecida como desnaturantes caotrópicos, que decompõem a estrutura terciária de proteínas, desestabilizando ligações internas não covalentes entre átomos.

Outras pessoas estão lendo

.

As proteínas podem ser desnaturadas pela ureia através de vários processos. Um método envolve a interação direta por meio das pontes de hidrogênio da ureia com áreas polarizadas de carga, como grupos de peptídeos. Essa influência mútua enfraquece as ligações e interações intermoleculares, enfraquecendo a estrutura secundária e terciária. Uma vez que o desdobramento gradual da proteína ocorre, a água e a ureia podem ter acesso mais fácil ao núcleo interno hidrofóbico da proteína em questão, acelerando o processo de desnaturação.

.

A ureia também pode desnaturar proteínas indiretamente, afetando os atributos do solvente no qual as proteínas estão imersas. Mudando a estrutura e hidrodinâmica do solvente em si, similarmente a colocar um soluto apolar na mistura, a ureia reforça a desestabilização das ligações internas. Pode-se pensar então que a interação direta da ureia com a proteína, através de pontes de hidrogênio, é o começo provável da desestruturação das proteínas. As interações indiretas entre solvente e soluto ajudam o processo, formando um caminho para que essa interação ocorra.

.

A maneira exata que a ureia degrada as proteínas é ainda um mistério. Pesquisas sobre o assunto têm mostrado que a resposta provável é uma combinação dos fatores acima nomeados. Métodos experimentais não são uma maneira fácil de conseguir resultados sobre como as proteínas são desnaturadas pela ureia. Pesquisas futuras e melhoras na microscopia atômica podem, sem dúvida, melhorar o entendimento sobre o assunto e revelar o mecanismo exato da desnaturação de proteínas pela ureia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível